Repositório Digital

A- A A+

Análise das atividades pelos enfermeiros junto a clientes hospitalizados : uma abordagem contingencial

.

Análise das atividades pelos enfermeiros junto a clientes hospitalizados : uma abordagem contingencial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise das atividades pelos enfermeiros junto a clientes hospitalizados : uma abordagem contingencial
Autor Portella, Vera Catarina Castiglia
Orientador Santos, Francisco de Araújo
Data 1995
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Enfermagem hospitalar
Trabalho : Enfermagem : Formação profissional : Hospital : Enfermeiro : Porto Alegre (RS)
Resumo O estudo identificou e analisou as atividades que o enfermeiro vem desenvolvendo e que assinalaram que devem fazer, em hospitais de Porto Alegre, nas unidades de clínica e/ou cirurgia, usando como referencial a abordagem contingencial. As atividades foram classificadas em três grupos: atividades diretas (AD), atividades indiretas (AI) e atividades diretas específicas (ADE). Foram medidas através de instrumento no qual os enfermeiros marcaram o que fazem e o que devem fazer, num elenco de quarenta e três itens que contemplavam as três categorias de atividades. No tratamento estatístico foram relacionadas as variáveis: tipo de hospital, tempo e local de formação dos enfermeiros da amostra e módulo do número de pacientes por funcionário sob responsabilidade do enfermeiro. Não foi identificada nenhuma relação entre as variáveis e as atividades que os enfermeiros estudados disseram que fazem ou deveriam fazer; nem ocorreu predominância em nenhuma categoria de atividades. Pela reflexão sobre os resultados percebe-se que a enfermagem e o enfermeiro estão num processo de transformação. Sua atividades estão aparentemente mais relacionadas ao ambiente e interrelações entre os serviços do que para a Lei do Exercício Profissional da enfermagem no Brasil ou mesmo aos referenciais que tem sido desenvolvidos nas Escolas. O local de formação não se caracterizou como variável que interfere nas atividades que os enfermeiros da amostra fazem ou que informam deveriam fazer. As respostas dos enfermeiros da amostra sobre o que devem fazer não apresentou ênfase nas atividades diretas específicas (ADE) conforme preconiza a Lei do Exercício Profissional. A organização do trabalho do enfermeiro parece estar ocorrendo como um processo dinâmico e, como os demais fenômenos do ambiente, sofre influências culturais, envolvendo aspectos políticos, sociais, econômicos e tecnológicos, tão bem valorizados na abordagem contingencial.
Abstract This study identified and analised the activities of nurses working in clinicai and surgi cal unities of hospitais of Porto Alegre. The activities considered were those that were actualy done and those were pointed out as " should be done", using as reference a contingential approach. Activities were divided in three groups: direct activities (AD), indirect activities (IA) and specific direct activities (ADE). They were mensured using a survey with 43 questions looking at the three groups of activities. These were answered by the nurses. For the statistical analisis, the following itens were studied: type o f hospital, where and for how long the nurses had attained their degree and number of patients for each auxiliary aid under the responsability o f the nurse. No correlation was stabilished between the variables and the activities studied, neither there was predominance in any of the groups of activities (AD, ADE and AI). Thinking about the results we realize thar nurses and their profession are going through a process of change. Their activities seem to be more related to the envirement and to interrelations between hospitais and working places than to the laws ruling the profession in Brazil or to the references points provided in the schools. The school attended did not show any difference in the activities developed or pointed as "should be done" by the nurses. The answers given by the nurses on what they shoul do did not point any stress on the specific direct activities, as mentioned on the professionallaw. The organization o f nurses 's work seems to be suffering a dynamic process and, like other environmental phenomena, is influenced by cultural matters such as political issues, social, economical and technological matters. These ali are well seen in a contingential approach.
Resumen El estudio análiso las actividades que el enfermero vtene desenvolviendo en hospitales de Porto Alegre, en las unidades de clínica y/o quirúrgica, usando como referencia el abordage contingencial. Las actividades fueron clasificadas en trez grupos: actividades directas (AD), actividades indirectas (AI) y actividades directas especificas (ADE). Estas actividades fueron medidas través de instrumento en el qual los enfermeros marcarón lo que hacen y lo que deberian hacer, todo esto en un elenco de 43 itenes que contenplaban las trez categorias de actividades. En el tratamiento estatístico fueron relacionadas las variables, el tipo de hospital, tiempo y localidad donde se formaron los enfermeros de la amuestra y el modulo del numero de pacientes por funcionario sobre la responsalilidad del enfermero. No fue identificada ninguma relación entre las variables y las actividades que los enfermeros pesquisados dij íeron que hacian o que deberian hacer, asi como no se manisfestó preponderancia en ninguna categoria de actividades. De la analis de los resultados se percibe que tanto la enfermeria como el enfemero se encuentran en un proceso de transformación. Sus actividades estan aparentemente mas relacionadas ai ambiente y a los vínculos entre los servicios de lo que propriamente para la Ley del Ejercicio Profesional de enfermeria em Brasil o mismo a los referenciales que han sido desenvolvidos en las escuelas. El local de formación no se caracterisó como variable que venga a interferir en las actividades que los enfermeros de la amuestra hacen o que informan deverian hacer. Las respuestas de los enfermeros de la amuestra sobre loque deben hacer no presentó énfasis en las actividades directas especificas (ADE) conforme preconiza la Ley dei Ejercicio Profesional. La organización del trabajo del enfermero parece estar ocurriendo como um proceso dinamico y, como los demas fenomenos del ambiente, sufren influencias culturales, envolviendo aspectos políticos, sociales, econonucos y tecnologicos, tan valorizados en la abordage contingencial.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117611
Arquivos Descrição Formato
000267476.pdf (13.78Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.