Repositório Digital

A- A A+

Materiais potencializadores e os bebês-potência : possibilidades de experiências sensoriais e sensíveis no contexto de um berçário

.

Materiais potencializadores e os bebês-potência : possibilidades de experiências sensoriais e sensíveis no contexto de um berçário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Materiais potencializadores e os bebês-potência : possibilidades de experiências sensoriais e sensíveis no contexto de um berçário
Autor Mallmann, Elisete
Orientador Dornelles, Leni Vieira
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Bebê
Berçário
Educação infantil
[en] Nursery School
[en] Potentiality-Babies
[en] Potentializing materials
[en] Sensory experiences
Resumo A presente Dissertação de Mestrado investiga os modos como um grupo de bebês de sete a vinte e seis meses de idade, de um berçário de uma escola Pública de Educação Infantil no interior do Rio Grande do Sul, se relaciona com diferentes materiais, denominados nesta pesquisa como Materiais Potencializadores. Tais materiais foram organizados à base de produtos naturais e/ou de alimentos, bem como daquilo que é descartado. Em virtude da diversidade de formatos, texturas, cores, cheiros e sabores, nesta investigação eles são compreendidos como ferramentas que prolongam, medeiam, integram e ampliam as interações estabelecidas pelos bebês que, ao se relacionarem com essas múltiplas possibilidades, elaboram suas percepções e sensações acerca do mundo que os rodeia. A pesquisa buscou compreender os modos como os bebês exploram os Materiais Potencializadores, como o tempo e os espaços interferem nas relações estabelecidas a partir desse contato e como essas relações contribuem para o estabelecimento das interações entre os bebês. Num primeiro momento, a investigação se deteve na observação do contexto investigado para, dessa forma organizar e desenvolver experiências de aprendizagens pensadas para e com os bebês. Esta pesquisa se aproxima da abordagem da pesquisa-intervenção, na medida em que crianças e pesquisadora caminharam juntas. As ferramentas que contribuíram para a coleta e análise dos dados se sustentaram na observação participante, no diário de bordo, nos registros fotográficos e de vídeos. Os pressupostos teórico-metodológicos se apoiaram nos estudos da Sociologia da Infância, inspirando-se nas ideias de Corsaro (1997); Sarmento (2004); Barbosa (2014); Hoyelos (2006); Goldshmiedt e Jackson (2006); Holm (2007); Duarte Jr. (2010); Pillotto (2007); Zordan (2014); Dornelles (2005), entre outros. As análises realizadas nesta investigação auxiliam na compreensão da potência dos bebês no que diz respeito às suas possibilidades e pré-disposição em se relacionarem tanto com os Materiais Potencializadores planejados e oferecidos quanto com os que despertavam seus interesses. Dessa forma, demonstram que os modos como os bebês compreendem o tempo e espaço para agirem sobre o mundo que os circundam difere — muitas vezes, consideravelmente — das expectativas dos adultos, as quais estão intimamente ligadas a regras e normatizações do cotidiano dos berçários. Observei ainda que as relações estabelecidas no contato com os Materiais Potencializadores possibilitaram a ampliação das experiências sensoriais e sensíveis nos bebês, na medida em que foram construídas a partir de uma atenção para o sensorial, o sensível. Esse fato possibilitou constituírem seus conhecimentos, passando a compartilhá-los entre eles e com os adultos, ampliando decisivamente suas interações. As reflexões apresentadas nesta Dissertação de Mestrado, desenvolvida a partir do Programa de Pós-Graduação em Educação, pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, apoiada na linha de pesquisa dos Estudos Sobre Infâncias, auxiliam na compreensão do Bebê-Potência, diante das múltiplas relações e percepções que estabelecem ao interagirem com a diversidade oferecida pelos Materiais Potencializadores que passaram a constituir os espaços do berçário investigado.
Abstract This Master’s Degree thesis investigates how a group of babies, age ranging from seven to twenty-six months, from a nursery school in the Public Children Education System, in the countryside of Rio Grande do Sul – Brazil, relates to various materials, here designated as Potentializing Materials. These materials were made from natural products and/or foods, as well as from discarded materials. Due to their variety of shapes, textures, colors, odors and flavors, in this investigation they were seen as tools that extend, mediate, integrate and broaden the interactions established by the babies, who perceive and feel the world that surrounds them by relating to these multiple possibilities. This study attempts to understand the ways these babies explore the Potentializing Materials, and how time and spaces interfere in the relationships established with this contact, and how these relationships contribute to establishing an interaction among the babies. Firstly, the investigation focused on observing the setting studied, and subsequently on organizing and developing learning experiments, thought for and with the babies. This research presents the intervention-research approach, as children and researcher followed a path together. The tools for data collection and analyses were based on participating observation, journals, photographic records and videos. The theoretical-methodological assumptions were supported by the studies of the Sociology of Childhood, based on the ideas of Corsaro (1997); Sarmento (2004); Barbosa (2014); Hoyelos (2006); Goldshmiedt and Jackson (2006); Holm (2007); Duarte Jr. (2010); Pillotto (2007); Zordan (2014); Dornelles (2005), among others. The analyses carried out help to understand the babies’ potential concerning their possibilities and predisposition to relate with both the Potentializing Materials designed and offered, and with those that aroused their interest. Thus, they showed that the ways babies comprehend time and space to act towards the world surrounding them differs – quite often and considerably – from the expectations of the adults, which are closely connected to rules and standardization of daily life in nursery schools. Furthermore, it was observed that relationships established upon contact with the Potentializing Materials enable the broadening of sensory experiences, once they were designed with a focus on the senses. This allowed them to build knowledge, which they shared with one another and with the adults, thus decisively broadening their interactions. The reflections presented in this Master’s thesis, developed in the Graduate Program of Education at the School of Education in Universidade Federal do Rio Grande do Sul, based on researches of Studies on Childhood, contribute to the babies’ “artist” actions, as well as to helping in understanding the Potentiality-Baby before multiple relationships and perceptions established when interacting with the diversity provided by the Potentializing Materials, that came to constitute the spaces of the nursery school investigated.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117756
Arquivos Descrição Formato
000968337.pdf (6.205Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.