Repositório Digital

A- A A+

Ecologia de mosquitos (DIPTERA: CULICIDAE) em criadouros artificiais em oito áreas verdes do Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Ecologia de mosquitos (DIPTERA: CULICIDAE) em criadouros artificiais em oito áreas verdes do Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ecologia de mosquitos (DIPTERA: CULICIDAE) em criadouros artificiais em oito áreas verdes do Município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Montagner, Flávia Regina Girardi
Orientador Jahnke, Simone Mundstock
Co-orientador Silva, Onilda Santos da
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Area verde
Culicidae
Dengue
Febre amarela
Febre de Chikungunya
Porto Alegre (RS)
[en] Culicidae
[en] Green areas
[en] Oviposition
[en] Urbanization
Resumo Áreas verdes urbanas são ambientes que podem oferecem oportunidade de interação entre reservatórios e vetores dos meios urbano e silvestre, potencializando o risco de transmissão de doenças e de mudanças em seu perfil epidemiológico. Entender como as alterações da paisagem interferem na composição da fauna de culicídeos e conhecer quais espécies de vetores ocorrem nessas áreas, pode auxiliar na predição da distribuição espacial das espécies frente à urbanização, fornecendo importantes ferramentas para o controle de endemias e planejamento urbano. O objetivo desse estudo foi verificar a ocorrência de espécies de mosquitos vetores e avaliar a relação entre os diferentes tipos de uso e cobertura do solo e a composição da fauna de culicídeos. As coletas ocorreram quinzenalmente entre outubro de 2012 a março de 2013 com a utilização de armadilhas de oviposição instaladas em oito áreas verdes com diferentes características de paisagem do município de Porto Alegre, sul do Brasil. Foram coletados 4179 culicídeos de pelo menos 10 espécies. Destas, Aedes albopictus e Limatus durhami foram eudominante/dominantes, juntos representando 90% do total de indivíduos. Esse estudo foi o primeiro registro de ocorrência de Sabethes albiprivus e Li. durhami em Porto Alegre. As espécies de culicídeos demonstraram responder de maneira diversa aos tipos de uso e cobertura do solo, indicando que as afinidades mais evidentes se mantém nas três escalas avaliadas. A abundância relativa de Ae. albopictus foi relacionada às áreas verdes mais urbanizadas, enquanto a de Li. durhami, Haemagogus leucocelaenus e Toxorhynchites sp., à presença da mata nativa. A ocorrência de Aedes aegypti não demonstrou ser influenciada pelo tipo de uso e cobertura do solo. Foram coletadas três espécies relacionadas à transmissão de febre amarela, febre chikungunya e dengue, Ae. albopictus, Hg. leucocelaenus e Ae. aegypti e verificada a ocorrência simultânea dessas em algumas áreas, o que pode representar a oportunidade para o surgimento de surtos epidêmicos e a mudança do perfil epidemiológico dessas doenças.
Abstract Urban green areas can offer opportunity for interactions between reservoirs and vectors of urban and wild environments, increasing the risk of disease transition and changes in their epidemiological profile. The understanding of how changes in the landscape affect the composition of culicid fauna and which vector species occur in these areas may help and prediction the spatial distribution of the species along urbanized areas, providing important tools to control endemic disease. This study aimed to verify the occurrence of mosquito vector species and to evaluate the relationship between different types of land cover and land use with the composition of Culicidae fauna. Sampling occurred biweekly, from October 2012 to March 2013, where oviposition traps were installed in eight green areas with different landscape traits, in Porto Alegre, Southern Brazil. 4179 mosquitoes belonging to et least ten species were sampled. Aedes albopictus and Limatus durhami were eudominants/dominant representing together 90% of total individuals. This is the first report of Sabethes albiprivus and Li. durhami occurrence in Porto Alegre. The mosquitos species responded differently to types of land use cover and land use, indicating that the most obvious affinities are maintained in three scales evaluated. The relative abundance of Ae. albopictus was related to the more urbanized green area, while the abundance of Li. durhami , Haemagogus leucocelaenus and Toxorhynchites sp., was related to the presence of preserved areas. The occurrence of Aedes aegypti was not influenced by land use and land cover. Three species related to dengue, chikungunya and yellow fever transmission were sampled, Ae. albopictus, Hg. leucocelaenus and Ae. aegypti. We also verified the simultaneous occurrence of these species, which may represent an opportunity of changes in the epidemiologic of these diseases.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117915
Arquivos Descrição Formato
000965968.pdf (1.715Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.