Repositório Digital

A- A A+

O acompanhamento do estágio probatório como espaço de memória e aprendizagem : um estudo com servidores técnico-administrativos em educação da UFRGS

.

O acompanhamento do estágio probatório como espaço de memória e aprendizagem : um estudo com servidores técnico-administrativos em educação da UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O acompanhamento do estágio probatório como espaço de memória e aprendizagem : um estudo com servidores técnico-administrativos em educação da UFRGS
Autor Nicoletti, Rosani Bittencourt
Orientador Karawejczyk, Tamara Cecília
Data 2014
Nível Mestrado profissional
Instituição Centro Universitário La Salle. Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Bens Culturais.
Assunto Administração pública
Aprendizagem organizacional
Estágio probatório : Servidor técnico-administrativo
Memória organizacional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
[en] Memory space
[en] Organizational learning
[en] Organizational memory
[en] Probationary period
[en] Technical-administrative civil servants
Resumo Esta investigação trata de um estudo de caso, de abordagem qualitativa, realizada com os servidores técnico-administrativos em educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada no sul do Brasil, no período de 2006 a 2013. Apresenta como tema “Espaço de Memória da Aprendizagem do Acompanhamento do Estágio Probatório - um estudo com servidores técnico-administrativos em educação da UFRGS”, o qual se insere na linha de pesquisa Memória e Gestão Cultural, do Mestrado Profissional Memória Social e Bens Culturais. Mediante a renovação do quadro funcional da UFRGS e situações de conflitos geradas pelos diferentes tipos de conhecimentos, teve-se como objetivo analisar a Prática de Acompanhamento de Estágio Probatório da UFRGS, a fim de identificar como os servidores técnico-administrativos em Educação percebem suas aprendizagens no âmbito individual e coletivo. A metodologia empregada consistiu em uma coleta de dados por meio de pesquisa documental, entrevistas individuais semiestruturadas e diário de campo. A análise foi realizada com base nas experiências de aprendizagens dos servidores TAEs em situações formais e informais, no ciclo de aprendizagem de Argyris; Schön (1996), no processo de criação do conhecimento e no espaço de memória organizacional, esta análise permitiu identificar que estes servidores TAEs, no período de 2006 a 2013 utilizaram seus diferentes conhecimentos oportunizando novas aprendizagens. Porém, verificou-se que esta realidade pode ser diferente em outras práticas organizacionais na mesma instituição, uma vez que, esta conta com uma grande extensão de área e com uma diversidade de equipes e setores.
Abstract This research is a case-study of qualitative approach, it took place with a group of technical-administrative civil servants of the Federal University of Rio Grande do Sul, between 2006 and 2013, having as it’s theme “The Accompaniment of the Probationary Period as Learning and Memory Space”, which is inserted in the research line Memory and Cultural Management, of the Social Memory and Cultural Assets master’s degree. Upon the institution’s staff renewal and verification of cases of conflict arousal from different types of knowledge, the research aimed to analyze the Accompaniment of the Probationary Period Practice in order to identify how staff of a Federal Institution of higher education, located in the southern region of Brazil perceive their learning collective and individually. The methodology use consisted in data collection from a document-based research, semi-structured individual interviews and field journal. The analysis was based on the experiences of learning from technical-administrative civil servants through: formal and informal situations, the Argyris & Schön (1996) learning cycle, the knowledge creation process and the organizational memory space. This analysis have enabled identifying that between 2006 and 2013 these servants used their different types of knowledge, providing opportunities new learning for the accompaniment practice of the probationary period. However, it was found that this situation might be different in other organizational practices of the Federal University of Rio Grande do Sul considering that the research took place in an institution that has a great area extension and big diversity of teams and departments.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/117937
Arquivos Descrição Formato
000965320.pdf (3.446Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.