Repositório Digital

A- A A+

Fatores de risco associados a alteracões posturais estruturais da coluna vertebral em crianças e adolescentes

.

Fatores de risco associados a alteracões posturais estruturais da coluna vertebral em crianças e adolescentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de risco associados a alteracões posturais estruturais da coluna vertebral em crianças e adolescentes
Autor Sedrez, Juliana Adami
Rosa, Maria Izabel Zaniratti
Noll, Matias
Medeiros, Fernanda da Silva
Candotti, Cláudia Tarragô
Resumo Objetivo: Verificar se existe associação de fatores de risco comportamentais, especificamente hábitos posturais, com a presença de alteração postural estrutural na coluna vertebral de crianças e adolescentes. Métodos: Foram avaliados 59 crianças e adolescentes, que responderam ao questionário auto-aplicável Back Pain and Body Posture Evaluation Instrument e fizeram o exame radiográfico panorâmico da coluna vertebral. De acordo com o ângulo de Cobb, as curvaturas sagitais da coluna vertebral foram classificadas como normais ou alteradas e, no plano frontal, como escolioses ou normais. Os dados foram analisados no SPSS 18.0, a partir de estatística descritiva e do teste de associação qui-quadrado (x=0,05). Resultados: A prevalência de alterações posturais foi de 79,7% (n=47), 47,5% (n=28) apresentavam alteração no plano frontal e 61% (n=36) no sagital. Foi encontrada associação entre cifose torácica e sexo feminino, prática de exercício físico apenas uma ou duas vezes na semana, tempo de sono superior a 10 horas, posturas inadequadas para sentar no banco e sentar para escrever e o meio de transporte do material escolar. Para lordose lombar, observou-se associação com o transporte da mochila escolar de modo inadequado (assimétrico). Houve associação significativa entre a presença de escoliose com a prática de esporte competitivo e o tempo de sono superior a 10 horas. Conclusões: Hábitos de vida podem estar associados a alterações posturais, é importante o desenvolvimento políticas de saúde a fim de reduzir a prevalência de alterações posturais por meio da redução dos fatores de risco associados.
Contido em Revista Paulista de Pediatria. São Paulo. Vol. 33, n. 1 (mar. 2015), p.72-81
Assunto Coluna vertebral : Patologia
Criança
Postura
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/117965
Arquivos Descrição Formato
000966560.pdf (651.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.