Repositório Digital

A- A A+

Who seeks public treatment for substance abuse in Brazil? results of a multicenter study involving four Brazilian state capitals

.

Who seeks public treatment for substance abuse in Brazil? results of a multicenter study involving four Brazilian state capitals

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Who seeks public treatment for substance abuse in Brazil? results of a multicenter study involving four Brazilian state capitals
Outro título Quem procura tratamento para abuso de substância na rede pública no Brasil? resultados de um estudo multicêntrico envolvendo quatro capitais brasileiras
Autor Faller, Sibele
Peuker, Ana Carolina Wolf Baldino
Sordi, Anne Orgler
Stolf, Anderson Ravy
Formigoni, Maria Lucia Oliveira de Souza
Cruz, Marcelo Santos
Brasiliano, Sílvia
Pechansky, Flavio
Kessler, Felix Henrique Paim
Abstract Objective: To assess the characteristics of alcohol and drug users who seek treatment at the Brazilian Unified Health System in Brazil. Method: A multicenter cross-sectional study involving five clinical and research centers located in four Brazilian state capitals was conducted with 740 in- and outpatients. The only exclusion criterion was the presence of neurological or severe psychiatric symptoms at the moment of the interview. The Addiction Severity Index (ASI-6) and the Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test (ASSIST) were used to assess the severity of substance use and the problems related. Results: There were significantly more men than women in the sample; mean age was 36 years. The drug most frequently used at all sites was alcohol (78%), followed by cocaine/crack (51%). Alcohol was the drug that most commonly motivated treatment seeking, at all centers. ASI-6 Summary Scores for Recent Functioning (SS-Rs) were quite similar among centers. SS-Rs were compared between users who had never received treatment for psychoactive substance abuse (n = 265, 36.1%) and those who had already been treated at one or more occasions (n = 470, 63.9%). This analysis revealed significant differences between the groups in the drug, psychiatric symptoms, legal, and family/ social problems areas (p < 0.05). Conclusion: Our findings confirm previous evidence suggesting that the management of patients seeking drug abuse treatment should take several different aspects into consideration, e.g., education, employment, and family relationships, which often appear as areas of concern for these individuals.
Resumo Objetivo: Avaliar as características dos usuários de álcool e drogas que procuram tratamento no Sistema Único de Saúde. Método: Estudo transversal multicêntrico envolvendo cinco centros clínicos/de pesquisa localizados em quatro capitais brasileiras foi realizado com 740 pacientes hospitalizados e ambulatoriais. O único critério de exclusão foi a presença de sintomas neurológicos ou psiquiátricos graves no momento da entrevista. A Escala de Gravidade de Dependência (Addiction Severity Index, ASI-6) e o teste ASSIST (Alcohol, Smoking and Substance Involvement Screening Test) foram utilizados para avaliar a severidade do uso de substância e problemas relacionados. Resultados: Houve significativamente mais homens do que mulheres na amostra; a idade média foi de 36 anos. A droga mais usada em todos os centros foi o álcool (78%), seguido de cocaína/ crack (51%). O álcool foi a droga que mais motivou procura por tratamento, em todos os centros. Os Escores Resumidos da ASI-6 para Funcionamento Recente (SS-Rs) foram bastante similares nos centros. SS-Rs foram comparados entre usuários que nunca haviam recebido tratamento para abuso de substâncias (n = 265, 36,1%) e aqueles que já haviam sido tratados uma ou mais vezes (n = 470, 63,9%). Foram observadas diferenças significativas entre os grupos nas áreas de droga, sintomas psiquiátricos e problemas legais e familiares/sociais (p < 0,05). Conclusões: Nossos dados confirmam evidências prévias de que o manejo de pacientes que procuram tratamento para abuso de substância deve levar em conta vários aspectos, como educação, emprego e relações familiares, que normalmente geram preocupação nesses indivíduos.
Contido em Trends in psychiatry and psychotherapy. Porto Alegre. Vol. 36, n. 4 (out./dez. 2014), p. 193-202
Assunto Saúde pública
Serviços de saúde
Transtornos relacionados ao uso de substâncias
[en] Alcohol
[en] Drugs
[en] Multicenter
[en] Substance abuse
[en] Treatment
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/117981
Arquivos Descrição Formato
000967356.pdf (178.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.