Repositório Digital

A- A A+

Distância genética e geográfica entre acessos de picão-preto suscetíveis e reistentes a herbicidas inibidores da acetolactato sintase

.

Distância genética e geográfica entre acessos de picão-preto suscetíveis e reistentes a herbicidas inibidores da acetolactato sintase

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Distância genética e geográfica entre acessos de picão-preto suscetíveis e reistentes a herbicidas inibidores da acetolactato sintase
Outro título Genetic and geographic distance among beggar-ticks accesses susceptible and resistant to acetolactate sintase herbicide inhibitors
Autor Lamego, Fabiane Pinto
Resende, Luciane Vilela
Silva, Paulo Roberto da
Vidal, Ribas Antonio
Nunes, Anderson Luis
Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o grau de similaridade genética entre acessos de picão-preto, suscetíveis e resistentes aos herbicidas inibidores da enzima acetolactato sintase (ALS) e a relação entre similaridade genética e distância geográfica desses acessos. Sementes dos acessos foram coletadas no Estado do Paraná e cultivadas em casa de vegetação, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, em outubro de 2004. Depois da confirmação da resistência ou suscetibilidade dos acessos aos inibidores da enzima ALS, realizou-se a extração de DNA. Por meio da técnica de RAPD, foi possível avaliar a similaridade genética entre os acessos de picão-preto. Na análise conjunta dos acessos, dos 20 iniciadores utilizados, 17 apresentaram-se polimórficos, amplificando um total de 94 bandas. A similaridade genética média foi baixa e equivalente a 37%. A análise de regressão evidenciou que não há relação entre distância genética e geográfica nos acessos de picão-preto avaliados. A baixa similaridade geral entre esses acessos evidencia que a resistência aos herbicidas na região se configura pela seleção de indivíduos resistentes preexistentes na população.
Abstract The objective of this work was to evaluate the degree of genetic similarity among beggar-ticks accesses, susceptible and resistant to acetolactate sintase (ALS) herbicide inhibitors and the relationship among the genetic similarity and geographic distance of this accesses. Beggar-ticks seeds were sampled at Paraná state and were grown in the greenhouse at Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brazil, in October 2004. After the confirmation of resistance or susceptibility to ALS inhibitors herbicides, the DNA extraction was performed. Through RAPD analysis, it was possible to evaluate the genetic similarity among beggar-ticks accesses. In the whole analysis of the accesses, from 20 primers assessed, only 17 displayed polymorphism and amplified a total of 94 bands. Average genetic similarity was low (37%). Regression analysis evidenced that there is no relationship between genetic and geographic distance for the beggar-ticks accesses. Low general similarity among accesses evidences that resistance in the region is represented by selection of resistant individuals already existing in the population.
Contido em Pesquisa Agropecuaria Brasileira: 1977. Brasilia. Vol. 41, n. 6 (jun. 2006), p. 963-968
Assunto Picão preto
[en] ALS
[en] Bidens pilosa
[en] Genetic similarity
[en] Hairy beggar-ticks
[en] RAPD
[en] Resistance
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118023
Arquivos Descrição Formato
000547457.pdf (49.54Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.