Repositório Digital

A- A A+

Deficit hídrico e produtividade na cultura do milho

.

Deficit hídrico e produtividade na cultura do milho

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Deficit hídrico e produtividade na cultura do milho
Outro título Water deficit and yield in maize crop
Autor Bergamaschi, Homero
Dalmago, Genei Antonio
Comiran, Flávia
Bergonci, Joao Ito
Muller, Artur Gustavo
França, Solange
Santos, Antonio Odair
Radin, Bernadete
Bianchi, Cleusa Adriane Menegassi
Pereira, Pedro Gabert
Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto do deficit hídrico, no rendimento de grãos de milho, e a eficácia da irrigação em todo ciclo e, especificamente, no florescimento. Os dados foram obtidos em dez anos de experimentação, durante os quais doses variáveis de irrigação foram aplicadas por um sistema de aspersão, localizado no centro da área experimental. Foram calculados balanços hídricos, tendo como variáveis a água precipitada (chuva e irrigação) e a evapotranspiração máxima do milho. Foram ajustados modelos de regressão para 27 condições hídricas, relacionando-se rendimento de grãos com deficit hídrico e razão evapotranspiração real sobre evapotranspiração máxima (ETr/ETm). A maior redução na produção ocorre em conseqüência do deficit hídrico na polinização, formação do zigoto e desenvolvimento inicial do grão, numa relação quadrática. Nesse período, a razão ETr/ETm explica quase 80% das variações na produção de grãos, que se estabiliza acima de uma razão de 0,7. A irrigação aumenta e estabiliza a produção do milho; doses de rega de aproximadamente 60% daquela necessária para elevar a umidade do solo à capacidade de campo aumentam a eficiência de uso da irrigação.
Abstract The objective of this work was to evaluate the impact of water deficit on maize grain yield, as well as the irrigation effectiveness, considering all the crop cycle and, specifically, the flowering period. Data were collected during ten years in several experiments, in which variable doses of irrigation were applied by an aspersion system located in the center of the experimental area. Water balances were calculated, and the precipitated water (rainfall and irrigation) and the maximum evapotranspiration of the maize were considered as inputs. Models of regression for 27 water conditions were adjusted, relating grain yield to water deficit and actual evapotranspiration to maximum evapotranspiration ratio (ETr/ETm). The highest reduction on grain production occurred in consequence of the water deficit during pollination, zygote formation and initial development of the grain, with a quadratic relation. For this period, the ratio ETr/ETm explains almost 80% of the variations in grain yields, stabilizing over a ratio of 0.7. The irrigation increases and stabilizes the maize production; doses of irrigation of approximately 60% of that necessary to rise soil moisture up to field capacity increase the efficiency of use of the irrigation.
Contido em Pesquisa agropecuaria brasileira: 1977. Brasília. Vol. 41, n. 2 (fev. 2006), p. 243-249
Assunto Deficits hidricos
Fisiologia vegetal
Milho
[en] Critical period
[en] Efficient use
[en] Irrigation
[en] Zea mays
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118024
Arquivos Descrição Formato
000523134.pdf (59.59Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.