Repositório Digital

A- A A+

Gestação e HIV : preditores da adesão ao tratamento no contexto do pré-natal

.

Gestação e HIV : preditores da adesão ao tratamento no contexto do pré-natal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gestação e HIV : preditores da adesão ao tratamento no contexto do pré-natal
Outro título Pregnancy and HIV : predictors of treatment adherence in the context of antenatal care
Autor Faria, Evelise Rigoni de
Carvalho, Fernanda Torres de
Lopes, Rita de Cassia Sobreira
Piccinini, Cesar Augusto
Gonçalves, Tonantzin Ribeiro
Santos, Breno Riegel dos
Resumo Este estudo avaliou adesão ao tratamento em gestantes vivendo com HIV. Foram entrevistadas 89 gestantes com HIV, no último trimestre gestacional, que forneceram informações sobre dados sociodemográficos, apoio social, pré-natal e tratamento, além de exames laboratoriais. Constatou-se que 51,7% das gestantes aderiam à medicação. Essas gestantes eram mais escolarizadas, começaram o pré-natal antes, realizaram mais consultas e referiram maior apoio emocional. No modelo de regressão logística, o número de consultas realizadas e a presença de maior apoio emocional foram preditores da adesão. Adesão em gestantes vivendo com HIV ainda é um desafio, mesmo quando há acesso e disponibilidade de tratamento. Início precoce do pré-natal e fortalecimento da rede de apoio social são cruciais para a promoção da adesão em gestantes.
Abstract This study evaluated treatment adherence of pregnant mothers living with HIV. Eighty-nine HIV-positive pregnant mothers who were in the last trimester of pregnancy were interviewed about sociodemographic data, prenatal care, and social support. They also took laboratory tests. Results showed that 51.7% of pregnant mothers were adherent. These women were more educated, began prenatal earlier, had more visits and higher scores of emotional support. In the logistic regression model, number of prenatal visits and emotional support were predictors of adherence. Adherence of pregnant mothers living with HIV is a challenge, even when access to care and treatment are available. Beginning the prenatal care early and strengthening the social support network are crucial factors for promoting adherence among HIV pregnant mothers.
Contido em Psicologia: teoria e pesquisa. Brasília. Vol. 30, n. 2 (abr./jun. 2014), p. 197-203.
Assunto Adesão à medicação
Gravidez
Infecções por HIV : Psicologia
[en] HIV
[en] Medication adherence
[en] Pregnancy
[en] Prenatal care
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118097
Arquivos Descrição Formato
000938858.pdf (320.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.