Repositório Digital

A- A A+

Diretrizes para a gestão dos fluxos físicos em canteiros de obras : proposta baseada em estudos de caso

.

Diretrizes para a gestão dos fluxos físicos em canteiros de obras : proposta baseada em estudos de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diretrizes para a gestão dos fluxos físicos em canteiros de obras : proposta baseada em estudos de caso
Autor Alves, Thaís da Costa Lago
Orientador Formoso, Carlos Torres
Data 2000
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Gestão : Materiais : Canteiro de obras : Construção civil
Resumo O modelo de gerenciamento da produção normalmente adotado pelas empresas de construção negligencia os fluxos dos processos ao colocar ênfase nas conversões. Esse modelo assume a idéia de que um processo pode ser dividido em partes menores e que a melhoria do todo pode ser alcançada pela melhoria de cada uma das partes. Em função disto, as inter-relações entre as atividades e os processos não são adequadamente consideradas. A Nova Filosofia de Produção, ou Teoria da Produção Enxuta, considera que os processos são formados por conversões, inspeções, transportes e esperas, e propõe que os fluxos e as conversões devam estar transparentes para que sejam gerenciados e as perdas combatidas. Diversos trabalhos têm sido dedicados à coleta e avaliação de dados dos processos produtivos, entretanto esses não propõem diretrizes para implementação de procedimentos rotineiros para combater as perdas na produção. O objetivo deste trabalho consiste em propor diretrizes para a gestão dos fluxos de materiais e mão de obra em canteiros de obra, denominados neste trabalho de fluxos físicos, de forma integrada ao processo de planejamento e controle da produção da construção civil, tendo como base os conceitos da Nova Filosofia de Produção. O método de pesquisa foi dividido em três etapas. Inicialmente, foi realizada uma revisão bibliográfica. Em seguida, conduziu-se um estudo exploratório em dois canteiros de obras, com o objetivo de selecionar ferramentas que proporcionassem transparência aos fluxos físicos e identificar a forma como esses se desenvolviam em diferentes canteiros. A terceira etapa envolveu a realização de dois estudos de caso para investigar como a gestão dos fluxos físicos pode ser inserida no processo de planejamento e controle da produção. Ao final, foram propostas diretrizes para a gestão dos fluxos físicos em canteiros de obra com base nos estudos realizados e na revisão bibliográfica. Entre as principais conclusões deste estudo, constatou-se a necessidade de realizar a gestão dos fluxos físicos em diferentes níveis do planejamento e a viabilidade de utilizar-se ferramentas de fácil utilização e baixo custo que conferem transparência à produção e auxiliam no seu gerenciamento. Por outro lado, o estudo demonstrou que, para que os fluxos físicos sejam gerenciados de forma adequada, é preciso o comprometimento dos administradores para realizar o seu monitoramento e atuar nas causas dos desvios que ocasionam perdas na produção.
Abstract The conceptual model that has been mostly used in construction emphasizes the management of conversions and abstracts away the process flows. This model assumes that a process can be divided in smaller parts and that process improvement can be achieved by improving each of its parts. As a result, the inter relations between activities and processes are not adequately considered. The New Production Philosophy, or Lean Production Theory, considers that processes are formed by conversions, inspecting, moving and waiting activities, and that both flows and conversions must be visible in order to be properly managed and to reduce waste. Several research projects have been dedicated to the collection and analysis of production data, but have not proposed useful guidelines for implementing routine procedures to control waste in production. The objective of this dissertation is to propose directives for managing materials and work flows in construction sites, named in this study as physical flows, as part of the production planning and control process in construction, based in the concepts of the New Production Philosophy. The research method was divided in three phases. Initially, a bibliography review was performed. After that, an exploratory study was undertaken in two sites. The aim of this exploratory study was to select tools to make physical flows more transparent, and to investigate how these were managed in the industry. In the third phase, two case studies were carried out aiming to investigate how to integrate the management of physical flows in the production planning and control process. At the end of the study, based in the case studies and the literature review, guidelines were proposed for managing the physical flows in construction sites. Among several conclusions, the study indicated that the management of physical flows must be performed at different hierarchical levels of planning and can be based on the use of relatively simple and inexpensive production management tools that increase process transparency. The study also indicated that the managers must be committed to the management, giving their support to the monitoring of processes and to the implementation of corrective actions.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/118244
Arquivos Descrição Formato
000278812.pdf (1.077Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.