Repositório Digital

A- A A+

Efeito do teste de caminhada dos seis minutos sobre as propriedades neuromusculares em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica

.

Efeito do teste de caminhada dos seis minutos sobre as propriedades neuromusculares em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito do teste de caminhada dos seis minutos sobre as propriedades neuromusculares em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica
Autor Pereira, Juliana Saraiva
Orientador Dias, Alexandre Simões
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Caminhada
Doença pulmonar obstrutiva crônica
Eletromiografia
Força muscular
Teste de esforço
[en] Chronic obstructive pulmonary disease
[en] Electromyography
[en] Muscle strength
[en] Six minutes walk test
Resumo Objetivo: Avaliar as propriedades neuromecânicas musculares dos extensores do joelho antes e após o teste de caminhada de seis minutos (TC6’) em indivíduos com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e indivíduos controle. Métodos: Foram incluídos pacientes com DPOC que estavam em acompanhamento médico no Serviço de Pneumologia do Hospital de Clinicas de Porto Alegre (HCPA), os quais foram selecionados a partir da análise de prontuários. Os indivíduos do grupo controle foram selecionados através de pareamento de idade e sexo com o grupo DPOC. Foi realizada uma avaliação da composição corporal, além do teste de força de membros inferiores através de contração isométrica voluntária máxima (CIVM) dos extensores de joelho antes e após o TC6’. Além disso, foi avaliado o tempo de reação total (TRT), tempo pré-motor (TPM) e tempo motor (TM) a partir da eletromiografia de superfície dos músculos extensores de joelho: vasto lateral e reto femoral. Resultados: Foram incluídos no estudo 18 indivíduos com DPOC (10 homens, VEF1 36±12% do previsto) e 8 indivíduos no grupo controle (5 homens, VEF1 82±7% do previsto). Os pacientes com DPOC desenvolveram uma menor força muscular, tanto pré (21,77±7,86 kg) quanto pós (11,16±4,70 kg) TC6’ quando comparado com o grupo controle (pré 33,50 ±14,01; pós 29,25±16,66 kg). Houve redução significativa na CIVM após o TC6’ e aumento significativo no TRT e TPM dos músculos avaliados no grupo DPOC, não ocorrendo no grupo controle. Os parâmetros de tempo de reação foram maiores no grupo DPOC após o TC6’ quando comparados ao controle. Houve correlação inversa significativa entre o TRT (r= -0,535, p<0,005) e o TPM (r= -0,549, p<0,005) com a CIVM após o TC6’. Conclusão: Pacientes com DPOC apresentam alterações neuromusculares relacionadas com a ativação do neurônio motor superior que pode contribuir na redução da capacidade de contração muscular máxima após a realização do teste funcional.
Abstract Objective: To evaluate the neuromechanicals properties of the knee extensors muscles before and after the six minutes walk test (6MWT') in patients with Chronic Obstructive Pulmonary Disease and control subjects (COPD). Methods: COPD patients who were under care at the Department of Pulmonology of the Hospital de Clinicas de Porto Alegre (HCPA), which were selected from the analysis of medical records were included. The control subjects were selected by matching age and sex with COPD. An assessment of body composition was performed in addition to lower limb strength by maximal voluntary isometric contraction (MVIC) of the knee extensors before and after the 6MWT. Furthermore, we evaluated the total reaction time (TRT), premotor time (PMT) and motor time (MT) from surface electromyography of knee extensor muscles: rectus femoris and vastus lateralis. Results: 18 patients with COPD (10 men, FEV1 36 ± 12% predicted) and 8 subjects in the control group (5 men, FEV1 82 ± 7% of predicted) were included in the study. Patients with COPD developed lower muscle strength, both before (21.77 ± 7.86 kg) and after (11.16 ± 4.70 kg) 6MWT compared with the control group (33.50 ± 14.01 before; post 29.25 ± 16.66 kg). There was a significant reduction in MVIC after the 6MWT and significant increase in TRT and PMT muscles evaluated in COPD does not occur in the control group. The parameters of reaction time were higher in the COPD group after the 6MWT compared to control. There was a significant inverse correlation between the TRT (r = -0.535, p <0.005) and PMT (r = -0.549, p <0.005) with the MVIC after the 6MWT. Conclusion: Patients with COPD present neuromuscular changes associated with activation of the upper motor neuron that may contribute to the impairment of maximal muscle contraction after performing the functional test.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/118280
Arquivos Descrição Formato
000969345.pdf (739.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.