Repositório Digital

A- A A+

Ultrassom 3D power doppler no diagnóstico precoce de pré-eclâmpsia

.

Ultrassom 3D power doppler no diagnóstico precoce de pré-eclâmpsia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ultrassom 3D power doppler no diagnóstico precoce de pré-eclâmpsia
Autor Moreira Neto, Raul
Orientador Ramos, José Geraldo Lopes
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Placenta
Pré-eclâmpsia
Ultrassonografia Doppler
[en] Placental vascularization
[en] Preeclampsia
[en] Three-dimensional power doppler ultrasound
[en] Vascularization indices
Resumo Objetivo - Comparar índices 3D Power Doppler (PD3D) da circulação úteroplacentária (UPC) no primeiro e segundo trimestre em pacientes que desenvolveram pré-eclâmpsia (PE) e aquelas que não fizeram e testar a hipótese de que os parâmetros da vascularização e intensidade de fluxo da placenta, tal como determinado por PD3D, são diferentes em gestações normais em comparação com pré-eclâmpsia. Método - Foi realizado um estudo observacional prospectivo usando PD3D para avaliar a perfusão da placenta em 96 gestantes que fizeram o exame ecográfico de rotina entre 11 e 14 semanas. O índice vascular (VI), o índice de fluxo (FI) e o índice de fluxo vascular (VFI) por histograma Doppler tridimensional foram calculados. Todas pacientes repetiram o exame entre 16 e 20 semanas. Após o nascimento as pacientes foram classificadas como normais ou com pré-eclâmpsia. Resultados - Os índices vasculares placentários incluindo VI, FI e VFI foram significativamente menores em placentas com PE em comparação com os controles no exame realizado no segundo trimestre (p <0,001). Não houve diferença estatística nas pacientes examinadas no primeiro trimestre. Conclusão - Nossos resultados sugerem que a avaliação de índices vasculares placentários com Power Doppler 3D no segundo trimestre tem o potencial para detectar as mulheres em risco para o desenvolvimento posterior de PE.
Abstract Objective - To compare 3D power Doppler indices (3DPD) of utero-placental circulation (UPC) in the first and second quarter in patients who developed preeclampsia and those who did not and to test the hypothesis that the parameters of vascularization and placenta flow intensity, as determined by three-dimensional ultrasound (3D) are different in normal pregnancies compared with preeclampsia. Methods - A prospective observational study using 3D power Doppler was performed to evaluate the placental perfusion in 96 pregnant women who came to do the ultrasound routine between 11 and 14 weeks. The placental vascular index (VI), flow index (FI), blood vessels and blood flow index (VFI) by three-dimensional Doppler histogram were calculated. All patients repeated the exam between 16 and 20 weeks. The outcome was scored as normal or preeclamptic. Results - The placental vascular indices including VI, FI and VFI were significantly lower in preeclamptic placentas compared with controls in the study performed in the second trimester (p <0.001). There was no statistical difference in the patients examined in the first trimester. Conclusion - Our findings suggest that 3D-Power Doppler assessment of placental vascular indices in the second trimester has the potential to detect women at risk for subsequent development of PE.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/118323
Arquivos Descrição Formato
000968111.pdf (4.517Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.