Repositório Digital

A- A A+

Características dos doadores de medula óssea e seu impacto no desfecho dos pacientes submetidos a transplante alogênico no Hospital de Clinicas de Porto Alegre

.

Características dos doadores de medula óssea e seu impacto no desfecho dos pacientes submetidos a transplante alogênico no Hospital de Clinicas de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Características dos doadores de medula óssea e seu impacto no desfecho dos pacientes submetidos a transplante alogênico no Hospital de Clinicas de Porto Alegre
Autor Paz, Alessandra Aparecida
Orientador Silla, Lucia Mariano da Rocha
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Citomegalovirus
Doadores de tecidos
Doença enxerto-hospedeiro
Transplante de células-tronco hematopoéticas
[en] ABO incompatibility
[en] Donor age
[en] Donor sex
[en] Graf versus host disease
[en] Stem cell transplantation
Resumo Introdução: O Transplante de Célula Tronco Hematopoiética (TCTH) é um tratamento potencialmente curativo para muitas desordens hematológicas. A disparidade HLA entre doador e receptor é um fator crítico para os resultados do TCTH. No entanto novas evidencias tem demonstrado que outros fatores como a fonte de célula tronco, o tipo de condicionamento e fatores relacionados aos doadores, entre eles o sexo, a idade e o status sorológico para Citomegalovirus (CMV) podem influenciar os desfechos do procedimento. Objetivo: Avaliar as características dos doadores de medula óssea e seu impacto nos desfechos do TCTH em um centro do Sul do Brasil. Métodos: Foram avaliadas retrospectivamente as características dos doadores como sexo, idade, presença de exposição previa ao CMV, incompatibilidade ABO e suas relações com a ocorrência de doença do enxerto contra hospedeiro (DECH) aguda e crônica, a mortalidade relacionada ao transplante (do inglês tumor related mortality – TRM) sobrevida livre de doença (SLD) e sobrevida Global (SG) em todos os pacientes submetidos a TCTH alogênico em um único centro durante o período de 1994 a 2012. Resultados: 347 pacientes foram incluídos na análise. O TCTH aparentado foi significativamente mais freqüente que o não aparentado (81.2 x 18.7), a mediana de idade foi de 34 (1-61) para os receptores e 33 (1-65) para os doadores. Na analise multivariada a presença de DECH agudo (33% vs 47%) p=0,04 e ter doadores mais idosos (>40 anos) foram associados a uma redução de SG em 5 anos (41% vs 52%) p=0,038. Ter um doador acima de 40 anos aumenta significativamente a incidência de DECH aguda (52% vs 65,8%) p=0,03 e crônica (60% vs 43%) p=0,015. O sexo do doador, presença de CMV e incompatibilidade ABO não tiveram influencia nos desfechos. Conclusão: Em um centro único avaliado receber um transplante de CTH de doadores acima de 40 anos aumenta a incidência de DECH aguda e crônica e influencia negativamente na SG.
Abstract Background: Hematopoietic Stem cell Transplantation (HSCT) is a curative treatment for many patients with hematological disorders. Donor – recipient genetic disparity, especially involving the HLA systems is a critical factor for HSCT outcome There are increasing evidences, however that other issues as source of stem cell, conditioning regimen, donor gender, age and CMV infection can affect HSCT outcomes. Objective: To study the influence of donor’s characteristics on the HSCT outcomes in a south Brazilian population subjected to allogeneic SCT in a single center. Methods: We retrospectively evaluated donor characteristics such as gender, age, CMV serologic status and ABO compatibility and its relation to the occurrence of acute and chronic graft versus host disease (GVHD), disease free survival (DFS) and overall survival (OS) in all patients submitted to related and unrelated allogeneic HSCT, performed between 1994 and 2012. Results: Overall 347 consecutives HSCT were included in this analysis. Related HSCT was significantly more frequent than unrelated (81.2% x 18.7%); donor and recipient median age were 34 (1- 61) and 33 (1-65), respectively. In the multivariate analyses, presence acute GVHD (33%vs 47%)p=0.04 ,with relative risk and donors older than 40 years old was associated with lower probability of OS in 5 years (41% vs 52%) p=0,038 and higher rate of acute (65.8%vs 52%) p=0.03 and chronic GVHD (43% vs 60%) p=0,015. Donor’s sex, CMV status, ABO incompatibility have not influenced 5-years survival. Conclusions: In a single center population of patients submitted to related and unrelated HSCT in southern Brazil donor older then 40 years of age is a factor negatively influencing HSCT outcome.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/118328
Arquivos Descrição Formato
000968208.pdf (363.3Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.