Repositório Digital

A- A A+

Oviposition behaviour of Gryon gallardoi (Hymenoptera, Scelionidae) on eggs of different ages of Spartocera dentiventris (Hemiptera, Coreidae)

.

Oviposition behaviour of Gryon gallardoi (Hymenoptera, Scelionidae) on eggs of different ages of Spartocera dentiventris (Hemiptera, Coreidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Oviposition behaviour of Gryon gallardoi (Hymenoptera, Scelionidae) on eggs of different ages of Spartocera dentiventris (Hemiptera, Coreidae)
Outro título Comportamento de oviposição de Gryon gallardoi (Hymenoptera, Scelionidae) sobre ovos de diferentes idades de Spartocera dentiventris (Hemiptera, Coreidae)
Autor Rocha, Luciane da
Redaelli, Luiza Rodrigues
Mendonca Junior, Milton de Souza
Abstract The oviposition behaviour of Gryon gallardoi (Brèthes, 1914) on eggs of Spartocera dentiventris (Berg, 1884) of different ages (2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 and 12 days) was investigated. Groups of 12 eggs of each age were exposed to single females of G. gallardoi, and the oviposition behaviour was recorded under a stereomicroscope for two hours. Ten replicates were used for each age. In order to identify the moment the parasitoid egg was released inside the host, 1-day old eggs of S. dentiventris were exposed to G. gallardoi females, and the oviposition was interrupted at intervals of 20, 40, 60, 80, 100, 120, 140 and 160s after ovipositor insertion had initiated. Five behavioural steps were recorded: drumming, ovipositor insertion, marking, walking and resting. The average drumming and ovipositor insertion times increased with the host age (P<0.01). Ovipositor insertion usually occurred next to the longitudinal extremities of the host eggs. Marking took on average 19.5 ± 0.7s, and as walking and resting, was not affected by host age. Self-parasitism behaviour was observed in only 13.8 ± 2.3% of the eggs, being more evident with increasing patch depletion (reduction in non-parasitized eggs in the egg group, P<0.01), again with no variation due to changes in host egg age. For all ages tested, self-parasitized host eggs were less frequently contacted and accepted than non-parasitized ones (P<0.01). The parasitoid egg was released 137.0 ± 3.7s after ovipositor insertion. Spartocera dentiventris egg condition can lead to parasitoid behavioural changes, especially during the process of host choice and discrimination.
Resumo Este trabalho objetivou investigar o comportamento de oviposição de Gryon gallardoi (Brèthes, 1914) sobre ovos de Spartocera dentiventris (Berg, 1884) de diferentes idades (2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 12 dias). Grupos de 12 ovos de cada idade foram expostos a uma fêmea de G. gallardoi, e o comportamento de oviposição registrado sob um esteremicroscópio por duas horas. Foram feitas dez repetições para cada idade. Para identificar o momento em que o ovo do parasitóide é liberado dentro do hospedeiro, ovos de S. dentiventris de um dia de idade foram expostos para fêmeas de G. gallardoi, sendo a oviposição interrompida nos intervalos de 20, 40, 60, 80, 100, 120, 140 and 160s após a inserção do ovipositor. Foram registrados cinco processos comportamentais: tamborilamento, inserção do ovipositor, marcação, caminhada e descanso. O tempo médio de tamborilamento e de inserção do ovipositor aumentou com a idade do hospedeiro (P<0,01). A inserção do ovipositor ocorreu, na maioria das vezes, nas extremidades longitudinais dos ovos. A marcação durou, em média, 19,5 ± 0,7s, e assim como a caminhada e o descanso, não foi influenciada pela idade do hospedeiro. O comportamento de auto-parasitismo não foi influenciado pela idade do hospedeiro e foi observado somente em 13,8 ± 2,3% dos ovos, sendo mais evidente à medida que o número de ovos não-parasitados no grupo diminuía (P<0,01). Em todas as idades testadas, ovos autoparasitados foram menos contatados e menos aceitos pelo parasitóide (P<0,01). O ovo do parasitóide foi liberado após 140 e 160s após a inserção do ovipositor. Os resultados sugerem que a condição dos ovos de S dentiventris pode acarretar em mudanças comportamentais no parasitóide, especialmente durante o processo de escolha e discriminação dos mesmos.
Contido em Iheringia, Serie Zoologia. Porto Alegre. Vol. 96, n. 3 (set. 2006), p. 277-282
Assunto Inseto
Parasitismo
Percevejo
Praga de planta
[en] Behaviour
[en] Host selection
[en] Parasitoid
[en] Scelionidae
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118593
Arquivos Descrição Formato
000952680.pdf (356.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.