Repositório Digital

A- A A+

Escrileituras : um modo de ler-escrever em meio à vida

.

Escrileituras : um modo de ler-escrever em meio à vida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Escrileituras : um modo de ler-escrever em meio à vida
Outro título Writreadings: a way of “reading-writing” amidst life
Autor Corazza, Sandra Mara
Rodrigues, Carla Gonçalves
Heuser, Ester Maria Dreher
Monteiro, Silas Borges
Abstract This paper discusses the project Writreadings: a way of “reading--writing” amidst life, with financial support by the CAPES/INEP Education Observatory, effective from January 2011 through December 2014. Articulating basic education teachers, undergraduate and graduate students and participant researchers, it takes place at four centers in the following universities: UFRGS, UFPel, UFMT, and UNIOESTE/PR. Including research, teaching and cultural extension, worked on in the perspective of thinking the difference in education, the Project develops various Writreadings workshops, which produce reading and writing skills, in co-authorship between reader and writer. Operating with the Translation Didactics, it articulates the philosophical, scientific and artistic dimensions to perform vital trans-creation processes that are trans-disciplinary, trans-lingual and trans-cultural. Writreadings is always a political act, which does not assimilate the other to oneself, but overcomes distances and transposes foreign cultures ones to the others. By using the artistic didactics of translation and the cartographic method, what modifies the original is trans-creation, rather than copies, as a heterophilia, undoing sedentary identities. Operating under the fascination of inter-influences introduced by contemporary languages, it involves the invention of a critical-selective corpus that accurately links the concepts of poetic translation, intertextuality, and relations between different sign systems
Resumo O artigo aborda o projeto Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida, integrante do Observatório da Educação CAPES/INEP, vigente de janeiro de 2011 a dezembro de 2014. Articulando professores de Educação Básica, estudantes de Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado e pesquisadores participantes, radica em quatro núcleos, nas seguintes universidades: UFRGS, UFPel, UFMT e UNIOESTE/PR. Desde a pesquisa, o ensino e a extensão, trabalhados na perspectiva do pensamento da diferença em educação, desenvolve variadas oficinas de escrileituras, que produzem competências de leitura e de escritura, a partir da coautoria entre leitor e escritor. Opera com a didática da tradução, articulando os planos filosóficos, científicos e artísticos para realizar processos vitalistas de transcriações, que são transdisciplinares, translinguísticos e transculturais. Isso porque escrileituras é, sempre, um ato político, que não assimila o outro a si mesmo, mas aproxima distâncias e transpõe culturas estrangeiras umas às outras. Ao utilizar a didática-artista da tradução e o método cartográfico, nunca é cópia, mas transcriação, que modifica os originais, como uma heterofilia, desfazendo identidades sedentárias. Ao operar sob o fascínio das interinfluências trazidas pelas linguagens contemporâneas, implica a invenção de um corpus crítico-seletivo, que liga, criteriosamente, os conceitos de tradução poética, intertextualidade e relações entre diversos sistemas de signos
Contido em Educação e pesquisa. São Paulo, SP. Vol. 40, n.4 (out./dez. 2014), p. 1029-1044
Assunto Arte
Arte
Educação
Escrileituras.
Escrita
Filosofia
Filosofia da diferença
Leitura
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118748
Arquivos Descrição Formato
000951460.pdf (242.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.