Repositório Digital

A- A A+

Seletividade dos herbicidas S-metolachlor e alachlor para o feijão-carioca

.

Seletividade dos herbicidas S-metolachlor e alachlor para o feijão-carioca

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Seletividade dos herbicidas S-metolachlor e alachlor para o feijão-carioca
Outro título Selectivity of Metolachlor and Alachlor for the “Carioca” Bean
Autor Lamego, Fabiane Pinto
Basso, Claudir José
Vidal, Ribas Antonio
Trezzi, Michelangelo Muzell
Santi, Antônio Luis
Ruchel, Queli
Kaspary, Tiago Edu
Gallon, Mateus
Resumo O feijoeiro é uma cultura de ciclo vegetativo curto, bastante sensível à interferência de plantas daninhas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia de herbicidas aplicados em pré-emergência no controle de Digitaria sanguinalis na cultura do feijão-carioca, bem como determinar a seletividade deles para a cultura. Os tratamentos avaliados foram: S-metolachlor (960, 1.440 e 1.920 g ha-1), alachlor (1.440, 1.920 e 2.400 g ha-1) e duas testemunhas sem aplicação de herbicidas (com e sem capinas). Avaliações visuais de controle para D. sanguinalis e fitotoxicidade para o feijão foram realizadas aos 20 e 40 dias após a emergência (DAE). Os herbicidas, em todas as doses avaliadas, foram eficientes no controle de D. sanguinalis. Aos 40 DAE, observou-se injúria no feijoeiro nas parcelas aspergidas com S-metolachlor nas maiores doses, porém sem efeito deletério na produtividade de grãos da cultura. O herbicida alachlor, embora eficiente no manejo de D. sanguinalis, causou fitotoxicidade ao feijão-carioca, reduzindo a produtividade da cultura em até 47%
Abstract The common bean is a culture with a short vegetative cycle, highly susceptible to weed interference. The objective of this work was to evaluate the efficacy of herbicides applied in pre emergence for Digitaria sanguinalis control in “Carioca” bean crop, as well as to determine their selectivity to the crop. The treatments evaluated were: S-metolachlor (960; 1,440 and 1,920 g ha-1), alachlor (1,440; 1,920 and 2,400 g ha-1), and two untreated checks without herbicide application (with and without hoeing control). Visual evaluations of control for D. sanguinalis and injury to the common bean plants were conducted at 20 and 40 days after emergence (DAE). At all the evaluated rates, the herbicides were efficient in D. sanguinalis control. At 40 DAE, injury to the common bean was observed in the plots sprayed with S-metolachlor at the highest rates, but without deleterious effect on the crop grain yield. Despite being efficient in D. sanguinalis management, alachlor caused phytotoxicity to the “Carioca” common bean, reducing crop yield up to 47%
Contido em Planta daninha. Viçosa, MG. Vol. 29, n. 4, (out./dez. 2011), p. 877-883
Assunto Erva daninha
Feijao carioca
Herbicida
[en] Alachlor
[en] Digitaria sanguinalis
[en] Phytotoxicity
[en] S-metolachlor
[en] Yield components
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/118818
Arquivos Descrição Formato
000953094.pdf (595.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.