Repositório Digital

A- A A+

Exploração de paralelismo no roteamento global de circuitos VLSI

.

Exploração de paralelismo no roteamento global de circuitos VLSI

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Exploração de paralelismo no roteamento global de circuitos VLSI
Outro título Parallel computing exploitation applied for VLSI global routing
Autor Tumelero, Diego
Orientador Reis, Ricardo Augusto da Luz
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Microeletronica
Paralelismo
Vlsi
[en] EDA
[en] Global routing
[en] Microelectronics
[en] Parallelism
[en] VLSI
Resumo Com o crescente aumento das funcionalidades dos circuitos integrados, existe um aumento consequente da complexidade do projeto dos mesmos. O fluxo de projeto de circuitos integrados inclui em um de seus passos o roteamento, que consiste em criar fios que interconectam as células do circuito. Devido à complexidade, o roteamento é dividido em global e detalhado. O roteamento global de circuitos VLSI é uma das tarefas mais complexas do fluxo de síntese física, sendo classificado como um problema NP-completo. Neste trabalho, além de realizar um levantamento de trabalhos que utilizam as principais técnicas de paralelismo com o objetivo de acelerar o processamento do roteamento global, foram realizadas análises nos arquivos de benchmark do ISPD 2007/08. Com base nestas análises foi proposto um método que agrupa as redes para então verificar a existência de dependência de dados em cada grupo. Esta verificação de dependência de dados, que chamamos neste trabalho de colisor, tem por objetivo, criar fluxos de redes independentes umas das outras para o processamento em paralelo, ou seja, ajudar a implementação do roteamento independente de redes. Os resultados demonstram que esta separação em grupos, aliada com a comparação concorrente dos grupos, podem reduzir em 67x o tempo de execução do colisor de redes se comparada com a versão sequencial e sem a utilização de grupos. Também foi obtido um ganho de 10x ao comparar a versão com agrupamentos sequencial com a versão paralela.
Abstract With the increasing of the functionality of integrated circuits, there is a consequent increase in the complexity of the design. The IC design flow includes the routing in one of its steps, which is to create wires that interconnect the circuit cells. Because of the complexity, routing is divided into global and detailed. The global routing of VLSI circuits is one of the most complex tasks in the flow of physical synthesis and it's classified as an NP-complete problem. In this work, a parallel computing techniques survey was applied to the VLSI global routing in order to accelerate the global routing processing analyzes. This analyzes was performed on the ISPD 2007/08 benchmark files. We proposed a method that groups the networks and then check for data dependence in each group based on these analyzes. This data dependency checking, we call this checking of collider, aims to create flow nets independent of each other for processing in parallel, or help implement the independent routing networks. The results demonstrate that this separation into groups, together with the competitor comparison of groups, can reduce 67x in the collider networks runtime compared with the sequential release and without the use of groups. It was also obtained a gain of 10x when comparing the version with sequential clusters with the parallel version.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/119081
Arquivos Descrição Formato
000970015.pdf (2.985Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.