Repositório Digital

A- A A+

As transformações na cadeia produtiva do leite e a viabilidade da agricultura familiar : o caso do Sistema Coorlac (RS)

.

As transformações na cadeia produtiva do leite e a viabilidade da agricultura familiar : o caso do Sistema Coorlac (RS)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As transformações na cadeia produtiva do leite e a viabilidade da agricultura familiar : o caso do Sistema Coorlac (RS)
Autor Souza, Raquel Pereira de
Orientador Waquil, Paulo Dabdab
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultura familiar
Cadeia produtiva
Cooperativa agrícola
Cooperativa Riograndense de Laticínios e Correlatos (Coorlac).
Leite
Rio Grande do Sul
[en] Coorlac
[en] Coorlac system
[en] Family agriculture
[en] Milk producers
[en] Milk production chain
Resumo A produção do leite sempre foi considerada uma atividade de grande importância para a agricultura familiar. Contudo, as transformações recentes na cadeia produtiva do leite têm levado a uma tendência de especialização nessa atividade colocando em risco a manutenção dos produtores de leite familiares na atividade. Porém, algumas experiências de organizações produtivas da agricultura familiar que trabalham com leite, têm conseguido se manter no mercado, mesmo tendo a sua volta um ambiente hostil. Uma dessas experiências é o sistema Coorlac, composto por 20 cooperativas e tendo cerca de 6000 produtores associados, sendo em sua grande maioria agricultores familiares. A Coorlac está presente em toda cadeia produtiva do leite, o que significa que atua desde a produção do leite, passando pelo processamento até a comercialização no varejo de seus produtos. Nesse contexto, a presente pesquisa tem por objetivo investigar como o sistema Coorlac tem viabilizado sua manutenção no setor lácteo, tendo em vista as transformações nas últimas duas décadas na cadeia produtiva do leite. Para tanto, a pesquisa busca identificar quais foram as principais transformações ocorridas no período analisado, investigar como essas mudanças se refletiram no Sistema Coorlac e investigar quais elementos próprios ao sistema Coorlac, de caráter econômico e social, contribuíram para a manutenção na atividade. A abordagem metodológica é o Estudo de Caso e os métodos utilizados são o quantitativo e o qualitativo. O método quantitativo é utilizado para analisar e descrever o ambiente setorial nacional e estadualmente (setor lácteo) diante das transformações que vêm ocorrendo no período, bem como, para analisar e descrever os aspectos sócio-econômicos do sistema Coorlac. A análise qualitativa é empregada para identificar e analisar os elementos que dão competitividade ao sistema Coorlac. Além disso, as análises tanto quantitativas como qualitativas são permeadas por descrições históricas visando contextualizar as informações. O referencial teórico que contribui para a discussão sobre os elementos que dão competitividade ao sistema Coorlac são três principais: as teorias que discutem as vantagens econômicas da agricultura familiar, o referencial teórico da sociologia econômica e as teorias que discutem as vantagens econômicas do cooperativismo. A análise das informações levantadas demonstra que a Coorlac tem tido sua viabilidade afetada, em geral negativamente, pelas mudanças que vem ocorrendo na cadeia produtiva do leite. Os resultados demonstram também, que parte de sua viabilidade é fruto de características sociais, econômicas e produtivas da agricultura familiar produtora de leite.Aponta que o cooperativismo também lhe fornece competitividade no mercado, principalmente através da isenção tributária e da fidelidade dos produtores.E que as parcerias que tem sido viabilizadas estão relacionadas ao fato da Coorlac ser um sistema cooperativo de origem sindical e da agricultura familiar.
Abstract Milk production has always been considered as an activity of great importance to the family agriculture. Recent transformations in the milk productive chain have lead to a tendency of specialization in this activity putting the sustainability of the family milk producers at stake. Nevertheless, a few experiences of family agriculture milk productive organizations have managed to remain in the market, even under a hostile environment. One of these experiences is the Coorlac system, made up of 20 cooperative, and counting with approximately 6000 associated producers, in their vast majority family farmers. Coorlac is present in all milk productive chain, what means that it acts in all of the production steps: from the milk production, its processing up to its retail. In this context, this research aims to investigate how the Coorlac system made it possible for family farmers to maintain their participation in the milk business despite the transformations that have taken place in the milk productive chain in the last two decades. In order to do so, this research undertakes to identify which were the main transformations that took place in the period under analysis, how these changes have impacted the Coorlac System and which peculiar elements, of economic and social character, of the Coorlac System have contributed for the sustainability of the activity. The methodological approach adopted is the Case Study and the methods chosen are the quantitative and the qualitative. The quantitative method is used to analyze and describe the national and state milk sectors in view of the transformations occurred in the mentioned period, as well as to analyze and describe the social-economic aspects of the Coorlac system. The qualitative analysis will be employed to identify and analyze the elements which bring competitiveness to the Coorlac system. Furthermore, both the quantitative as well as the qualitative analysis will be permeated by historic descriptions seeking to contextualize the information. Three of the main theoretical referentials which contribute to the discussion on the elements which give competitiveness to the Coorlac system are the following: the theories which discuss the economic advantages of the family agriculture, the theoretical referential of the economic sociology and the theories which discuss the economical advantages of cooperativism. The analysis of the information gathered has shown that Coorlac has had its viability affected, in a negative way mostly, by the changes which have occurred in the milk productive chain. The results have also shown that part of its viability is the result of social, economical and productive characteristics of the milk productive family agriculture, also earning competitiveness from the cooperativism, specially through tax incentives and producers fidelity; partnerships are being enabled because of a cooperative system of union origin and family agriculture, what has also contributed to its competitiveness.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/11921
Arquivos Descrição Formato
000619271.pdf (446.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.