Repositório Digital

A- A A+

Sintomas e quadros psicopatológicos em supostas vítimas de abuso sexual : uma visão a partir da psicologia positiva

.

Sintomas e quadros psicopatológicos em supostas vítimas de abuso sexual : uma visão a partir da psicologia positiva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sintomas e quadros psicopatológicos em supostas vítimas de abuso sexual : uma visão a partir da psicologia positiva
Outro título Symptomatology and psychopathology in children and adolescents victims of alleged sexual abuse : from a positive’s psychology perspective
Autor Silva, Doralúcia Gil da
Gava, Lara Lages
Dell'Aglio, Debora Dalbosco
Resumo Este estudo teve por objetivo discutir a ausência de sintomas e quadros psicopatológicos em supostas vítimas de abuso sexual infantil, enfatizando o enfrentamento positivo deste tipo de violência. Para tanto, foram analisados 927 laudos do Departamento Médico-Legal do Rio Grande do Sul resultantes de perícias psiquiátricas e psicológicas. Observou-se a presença de sintomas e quadros psicopatológicos tanto nos laudos que apontavam evidências de ocorrência de abuso sexual como nos documentos sem evidências; assim como casos que apontavam a probabilidade de abuso, mas não apresentavam sintomatologia, indicando não haver uma relação direta entre estas variáveis. Aponta-se a necessidade de, na avaliação dos casos, considerar os recursos pessoais das vítimas, as estratégias de coping adaptativas, os fatores de proteção e os processos resilientes que contribuem para um desenvolvimento saudável.
Abstract This study aims to investigate the absence of symptomatology and psychopathology in children and adolescent victims of alleged sexual abuse, emphasizing the positive coping from this type of violence. Our research involved analyzing 927 psychological and psychiatric reports from the Department of Legal Medicine of Rio Grande do Sul. We observed symptoms and psychopathology in reports with and without evidence of sexual abuse occurring. At the same time, we observed cases without symptoms and psychopathology in reports with evidence of sexual abuse occurring, indicating that there is no direct relationship between these variables. We recognized the need to consider, in the evaluation of cases, the victims’ personal resources, coping strategies, protection factors and resilient processes that contribute for a healthy development.
Contido em Aletheia. Canoas. n. 40 (jan./abr. 2013), p. 58-73.
Assunto Abuso sexual
Psicologia positiva
Transtorno de estresse pós-traumático
[en] Positive coping
[en] Sexual abuse
[en] Symptomatology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/119221
Arquivos Descrição Formato
000968183.pdf (155.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.