Repositório Digital

A- A A+

Efeitos do ruído industrial no organismo

.

Efeitos do ruído industrial no organismo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeitos do ruído industrial no organismo
Autor Andrade, Deise Ramos de
Finkler, Claudia
Closs, Mirele
Marini, Ana Lucia Sant'Anna
Capp, Edison
Resumo A preocupação com os efeitos do ruído sobre a saúde dos trabalhadores é bastante antiga. A partir da 2" Guerra Mundial, devido às constatações de surdez em soldados guerrilheiros, se iniciaram estudos sobre os efeitos do ruído. As conseqüências causadas pela exposição ao ruído ainda são desconhecidas pela maioria da população , inclusive pela classe mais atingida pela problemática: os trabalhadores. O ruído é responsável por dano s auditivos e extra-auditivos, estes menos conhecidos. Objetivo: identificar alterações a uditivas e extra auditivas em trabalhadores de uma fábrica de form as para calçados do município de Novo Hamburgo, RS . Material e métodos : foram entrevis tados 80 funcionários do sexo masculino, com idades entre 16 e 62 anos, expostos a ruídos no ambiente de trabalho variando de 83 a 109 dBNPS , tipo contínuo , produzido por 8 máquinas . Resultados: o tempo médio de exposição foi de 5 anos. Dos entrevistados , 32,5 o/o referiu otalgia, otites, ou prurido . Zumbi do foi relatado por 41,2 % dos entrevistados. Ansiedade (55%), perda da atenção (37,5 %), dor de cabeça (36,5 %) e insônia (28,7%) foram as alterações extraauditivas mais citadas. Conclusão: o grande avanço tecnológico provoca aumento no uso de máquinas industriais; conseqüentemente, o ruído industrial torna-se mais freqüente nas vidas dos trabalhadores. Procurou-se evidenciar a existência de efeitos nocivos do ruído no. A atuação do Fonoaudiólogo como membro de equipe multidisciplinar para a saúde do trabalhador é importante para mapeamento de riscos, elaboração de programas preventivos (programas de conservação auditiva) e educacionais.
Abstract Sincc the 11 World War attention has becn given to thc cffccts of noise in hcal th. The first studies were donc in sold icrs suffcring from tcmporary thrcshold shift (TTS). Thc consequences o f long exposurc to no ise are unknown to most workcrs. Noise can be rcsponsible for auditory and extra-auditory damages, these ones less known. Thc aim of this study was to identify auditory and extra-auditory alterations caused by noise in a shoe industry in Novo Hamburgo, RS. Eighty workers were intcrviewed, aging from 16 to 62 years. Results: thc noise in the work room was 96 dB and was produccd continual ly by 8 machines. The averagc time of exposure was 5 years. Earpain, otitis and itching wcre rcfcrrcd by 32,5%. Buzzing was referred by 41,2%. Anxiety (55%), loss of attention (37,5%), headachc (36,5%) and 1nsomnia (28,7%) wcre the most frequent extra-auditory complaints. Conclusions: with the constant advances in tcchnology thc use o f machines in industry is more and more freq uent: industria l noisc is more common amo ng workcrs. This study tricd to idcntify the most common extra-aud itory alterations. Warning strategies are necessary to avo iel loss of hearing in thesc workers.
Contido em Pró-fono: revista de atualização científica. São Paulo. Vol. 10, n. 1 (1998), p. 17-20
Assunto Doenças profissionais
Riscos ocupacionais
Ruído ocupacional
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/119240
Arquivos Descrição Formato
000304007.pdf (1.963Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.