Repositório Digital

A- A A+

Gênese de solos desenvolvidos de rochas sedimentares na depressão central do Rio Grande do Sul

.

Gênese de solos desenvolvidos de rochas sedimentares na depressão central do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gênese de solos desenvolvidos de rochas sedimentares na depressão central do Rio Grande do Sul
Outro título Genesis of soils developed from sedimentary rocks in depressão central, Rio Grande do Sul state
Autor Schmitt, Catiline
Orientador Inda Junior, Alberto Vasconcellos
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Depressão Central, Região (RS)
Genese do solo
Mineralogia
Rochas sedimentares
Resumo A região da Depressão Central do Rio Grande do Sul é composta predominantemente por solos desenvolvidos de rochas sedimentares apresentando grande variabilidade nas características morfológicas químicas e mineralógicas ainda não bem esclarecidas. A heterogeneidade das rochas sedimentares presentes na região e a porção que esses solos ocupam nas paisagens são responsáveis pelas diferenças apresentadas pelos solos. O conhecimento da distribuição desses solos na região pode contribuir para a escolha do manejo e uso com vistas à sustentabilidade dos sistemas agrícolas e ambientais. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar do ponto de vista morfológico, químico, físico e mineralógico sete perfis de solos desenvolvidos em distintas porções da paisagem e originados de rochas sedimentares na região a sudoeste do município de Santa Maria, RS. Os resultados identificaram perfis profundos, diferenciados principalmente em função da cor e estrutura. A presença de horizontes com acúmulo de argila em subsuperfície foi verificada em todos os perfis. A composição química do complexo sortivo mostrou grande diversidade entre os solos avaliados sendo observados solos distróficos, alíticos, alumínicos e eutróficos, geralmente com altos teores de alumínio na forma trocável. As análises elementares, (ataque sulfúrico) e as dissoluções seletivas (DCB e oxalato de amônio) caracterizaram os perfis de solos 12 RS, 16 RS e 17 RS RS como menos intemperizados. Os perfis 12 RS e 16 RS também apresentaram mineralogia 2:1 corroborando com um estágio de intemperismo menos avançado, enquanto os demais apresentaram mineralogia predominantemente caulinítica. A lessivagem não foi confirmada em todos os perfis. Indícios de descontinuidade litológica ao longo do perfil foram observados apenas no perfil 50 RS. É possível que outros processos estejam envolvidos na formação dos gradientes texturais observados. Do ponto de vista morfológico, as características do solo são mais influenciadas pela posição em que o solo se desenvolve na paisagem, enquanto que, do ponto de vista químico as variáveis são melhor correlacionáveis ao material formador de cada solo.
Abstract The Depressão Central region in Rio Grande do Sul state, is predominantly composed of soils developed of sedimentary rocks showing a great variability in the chemical and mineralogical morphological features not well understood yet. The heterogeneity of sedimentary rocks in the region and the portion that these soils occupy the landscapes are responsible for the differences presented by the soil. The knowledge of the distribution of these soils in the region can contribute to the choice of the management and use for sustainability of agricultural and environmental systems. Thus, the objective of this study was to evaluate, the point of view morphological, chemical, physical and mineralogical seven soil profiles developed on different portions of the landscape and originated from sedimentary rocks in the area southwest of the city of Santa Maria, RS. The results showed deep profiles, mainly differentiated by color and structure. The presence of dense subsurface horizons was verified in all profiles. The chemical composition of exchangeable cations showed great diversity among soils, being observed dystrophic, alitics, aluminics and eutrophic soils, usually with high aluminum content in exchangeable form. Elemental analyzes, (sulfuric acid attack) and the selective dissolution (DCB and ammonium oxalate) characterized the soil profiles RS 12, RS 16 and RS 17 RS as less weathered. The RS 12 and RS 16 profiles also showed mineralogy 2: 1 corroborating a less advanced weathering stage, while the others were mostly kaolinitic mineralogy. The lessivagem was not confirmed in all profiles. Evidence lithological discontinuity along the profile were observed only in the profile 50 RS. It is possible that other processes are involved in the formation of the observed textural gradients. From the morphological point of view, the soil characteristics are more influenced by the position in which the soil is developed in the landscape, while the chemical point of view the best variables are correlated to each soil-forming material.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/119384
Arquivos Descrição Formato
000968133.pdf (6.671Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.