Repositório Digital

A- A A+

Estudo retrospectivo da sobrevida de cães com osteossarcoma apendicular submetidos à amputação de membro com ou sem quimioterapia adjuvante

.

Estudo retrospectivo da sobrevida de cães com osteossarcoma apendicular submetidos à amputação de membro com ou sem quimioterapia adjuvante

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo retrospectivo da sobrevida de cães com osteossarcoma apendicular submetidos à amputação de membro com ou sem quimioterapia adjuvante
Autor Penter, Camila Duarte
Orientador Gerardi, Daniel Guimarães
Co-orientador Oliveira, Luciana Oliveira de
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Amputação
Intervencao cirurgica : Metodo de solucao
Neoplasias ósseas
Osteossarcoma
Quimioterapia adjuvante
Resumo As neoplasias ósseas representam aproximadamente 5% de todos os tumores que acometem cães e gatos. O osteossarcoma é o mais freqüente, acometendo mais de 85% destes animais, mas pode-se encontrar outros tipos histológicos. Esta enfermidade ocorre principalmente em cães de meia idade a idosos. O osteossarcoma pode ser classificado quanto a localização anatômica em apendicular, axial ou extra-esquelético. Estes tumores são geralmente malignos, e muito agressivos com ocorrências de metástases principalmente no pulmão e outros ossos. Este estudo busca classificar a caracterizar a população de pacientes caninos com diagnóstico de osteossarcoma apendicular, submetidos à cirurgia de amputação de membro atendida no Hospital de Clínicas Veterinárias da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul entre o período de agosto de 2006 e dezembro de 2012. Pretende-se ainda comparar o tempo de sobrevida entre o grupo de cães submetidos ao tratamento quimioterápico antineoplásico adjuvante em relação ao grupo de cães tratados somente com cirurgia de amputação. Os dados foram obtidos através de dos registros clínicos dos pacientes caninos com diagnóstico confirmado, por meio de exame radiográfico, citológico e/ou histopatológico, de osteossarcoma apendicular submetidos à cirurgia de amputação de membro. A analise estatística foi feita através do programa BioEstat 5.0, com comparação entre os grupos pelo teste Logrank e elaboração de uma curva de sobrevida de Kaplan-Meier. O grupo de pacientes investigados era composto de 40 animais, 25 fêmeas e 15 machos. A raça mais presente nesse grupo foi dos cães Rotweiller. A idade média do diagnóstico foi de nove anos. A média de peso entre os cães incluídos no estudo foi de 34,3 kg. A maioria dos pacientes desenvolveu o tumor nos membros torácicos. Foi possível averiguar o tempo de sobrevida de 33 animais pertencentes ao total de pacientes investigados. Dez animais foram tratados apenas com cirurgia apresentando média de sobrevida de 123,2 dias enquanto 23 animais foram tratados com cirurgia e quimioterapia, apresentando média de sobrevida de 253,4 dias (p=0,0015). A intervenção cirúrgica por meio de amputação do membro afetado, associada à quimioterapia adjuvante, é o tratamento que proporcionou maior sobrevida para cães com osteossarcoma apendicular.
Abstract The bone neoplasms represent approximately 5% of all tumors that affect dogs and cats. Osteosarcoma is the most common, affecting over 85% of these animals, but there are other histologic types. This disease occurs primarily in middle age to elderly dogs. Osteosarcoma can be classified according to the anatomic location in appendicular, axial or extra-skeletal. These tumors are usually malignant and very aggressive with occurrence of metastases primarily in the lung and bone. This study aims to characterize the population of canine patients with appendicular osteosarcoma, undergoing surgery for limb amputation treated at Hospital de Clínicas Veterinárias da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul between August 2006 and December 2012. The aim is also to compare survival time between the group of dogs undergoing adjuvant anticancer chemotherapy compared to the group of dogs treated with amputation surgery only. Data were obtained from clinical records of canine patients with appendicular osteosarcoma that went through surgery for limb amputation diagnosed with through radiography, cytology and / or histopathology. Statistical analysis was performed using the program BioEstat 5.0, a comparison between groups Logrank by test and the elaboration of a survival curve of Kaplan-Meier. The group of studied patients consisted of 40 animals, 25 females and 15 males. The most common breed in this group was of Rottweiler dogs. The average age of diagnosis was nine years old. The average weight of the dogs included in the study was 34.3 kg. Most patients developed tumors in the forelimbs. It was possible to determine the survival time of 33 animals within the investigated patients. Ten animals were treated with surgery alone with a mean survival of 123.2 days while 23 animals were treated with surgery and chemotherapy, with median survival of 253.4 days (p = 0.0015). Surgical intervention by amputation of the affected limb, associated with adjuvant chemotherapy, is the treatment that provided improvement on the survival of dogs with appendicular osteosarcoma.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/119410
Arquivos Descrição Formato
000969947.pdf (160.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.