Repositório Digital

A- A A+

Repercussões de oficinas para a educação de responsáveis agressores : interfaces em educação social, educação para a saúde e educação em enfermagem

.

Repercussões de oficinas para a educação de responsáveis agressores : interfaces em educação social, educação para a saúde e educação em enfermagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Repercussões de oficinas para a educação de responsáveis agressores : interfaces em educação social, educação para a saúde e educação em enfermagem
Autor Algeri, Simone
Orientador Stobäus, Claus Dieter
Co-orientador Mouriño Mosquera, Juan José
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-graduação em Educação.
Assunto Agressão
Educação em enfermagem
Educação em saúde
Violência doméstica : Criança
[en] Health
[en] Health education
[en] Nursing education
[en] Social education
[en] Violence
[es] Educación para la salud
[es] educación social
[es] Salud
[es] Violencia
Resumo Esse estudo caracterizou-se como um estudo de caso com abordagem qualitativa. Este trabalho está inserido na linha de pesquisa Desenvolvimento da Pessoa, Sabde e Educação, do Programa de Pós-Graduação em Educação da PUCRS. O objetivo foi compreender como a oficina, enquanto uma tecnologia educativa, auxilia responsáveis agressores a modificar comportamentos violentos para com seus filhos, conhecer as percepções dos responsáveis agressores sobre o desenvolvimento de comportamentos violentos para com seus filhos, identificar que mudanças comportamentais ocorreram nos responsáveis agressores após a participação em oficinas e indicar alternativas de açaes educativas que modificam comportamentos dos agressores para com seus fílhos. Os participantes da pesquisa foram cinco mães agressoras, responsáveis pelas crianças em situação de violência física intrafamiliar, que s$io atendidas no Programa de Proteçgo is Crianças Vítimas de Maus-Tratos e Violência Sexual e que participaram das dez oficinas educativas realizadas por membros deste Programa.O número de participantes foi estabelecido seguindo o critério de saturação das infcmações. Os dados foram coletados através de três instrumentos: uma entrevista semiestruturada, coletado antes elou durante o período da realização das oficinas, sendo caracterizada pelas percepções dos responsáveis sobre o bater como uma forma de educar; um relatório das observações das oficinas; e uma segunda entrevista semi-estruturada, que se realizou depois de transcorrido um período de seis meses da realização das oficinas, que foram categorizadas em duas dimensões e analisadas pela técnica de Análise de Conteúdo proposta por Bardin (2000). Na primeira dimensilo, identificou-se as concepções sobre a forma de educar, as formas de educação na prática, os motivos desencadeadores do ato violento e a trajetória da famfia, emergidas a partir dos depoimentos coletados antes da realização das oficinas. Na segunda dimensão, evidenciaram-se as percepções dos participantes após as oficinas. Os dados obtidos por meio das oficinas apontaram no sentido necessário da prevenção primária, secundkia e terciária, o que implica a necessidade de uma intervença multiprofissional nos âmbitos da Educação e da Sabde. Sugere-se que os resultados deste estudo são fundamentais para integrarem-se aos currículos acadêmicos das áreas de Educação e Saúde, permitindo uma abordagem transdiciplinar que resulte em programas de prevençgo e intervenç b precoce, e que, prioritariamente, nessa pesquisa, configuraram-se, evitando os riscos de recidivas. O trabalho desenvolvido permitiu que os participantes fossem acolhidos, respeitados; o ambiente se compôs de um espaço para refiexilo, discussão, aceitação, mudança e, principalmente, participaçgo. Acredita-se que, com a realização das oficinas, tanto os responsáveis agressores das crianças, familiares, como os profissionais puderam mudar alguns aspectos de suas vidas, considerando-se que houve alterações de atitudes, manifestadas verbal e concretamente, como melhora de auto-estima, maior flexibilidade, maior aceitação das falhas próprias e alheias, maior entrosarnato e afetividade.
Abstract That study was characterized as a case study with qualitative xesearch. This work is inserted in the line of research Development of the Person, Health and Education, of the Program of Masters degree in Education of PUCRS. The objective went understand as to shop, while an educational technology aids responsible aggressors to modify violent behaviors to its children, to know the responsible aggressors' perceptions on the development of violent behaviors to its children, to identify that changes comportamentais happeried in the responsible aggressors after the participation in shops and to indicate alternatives of educational actions that modify the aggressors' behaviors to its children. The participants of the research were five mothers aggressors, responsible for the children h situation of violence physical intrafamiliar, who are assisted by the Child Protection Team Against Mistreatinent and Sexual Violence of the Federal University Hospital of Porto Alegre. These mothers were participated in the ten educational shops accomplished by members of this Team.The number of participants was established following the approach of saturation of the infonnation. Data coIlecting was made by means of tRree instnunents: 1) a serni-structured interview, collected before during the period of the accomplishment of the shops being characterized by the perceptions of the responsible persons on beating as a form of educating, 2) a report of the obseníations of the shops, 3) a second glimpse semi-stnictured, that took place after a period of six months of the accomplishment of the shops. Data collecting was classified in two dimensions having elapsed and analyzed by the technique of Analysis of Content proposal by Bardin (2000). In the first dimension it was identified the conceptions on the form of educating, the education foms in the practice, the reasons of the violent act and the trajectory of the family, emerged starting from the depositions collected before the accomplishment of the shops. In the second dimension the participants' perceptions were evidenced afim the shops. The data obtained by means of the shops pointed in the necssary sense of the primary, secondary and tertiary prevention what it implies the need of an intervention by the different profesionals in the ambit of the Education and of tlie Health. The results of this study are priority for be integrateci in the academic curricula of the areas of Education and Health, allowing an approach combined and diversity that results in prevention programs and precocious intervention, and the importante in that research was configured avoiding the rescinds risks. The developed work allowed the participants to be welcomed, respected, the it is set it composed of a space for reflection, discussion, acceptance, change and, mzinly participation. It is believad that with the accomplishment of the shops the children's, farnily, responsible aggressors as the professiunals could change some aspects of its lives so much, there were alterations of attitudes, rnanifested verbal and concretely, as self-esteem improvement, larger fiexibility, larger acceptance of the own flaws and strange, larger affectivity.
Resumen Este es en estudio de caso con enfoque cualitativo. Este Trabajo se inserta en la línea de Desarrollo de la investigación de la Persona, Salud y Educación, de1 Programa de Posgraduación en Educación de PUCRS. E1 objetivo fue entender como ei seminario, siendo una tecnologia educativa, ayuda a 10s agresores responsables para modificar conductas violentas a sus niiios, saber Ias percepciones de 10s agresores responsables en e1 desarrollo de conductas violentas a sus nifios, identificar 10s cambios comportamentales que acontecieron en 10s agresores responsables después de Ia participación en 10s referidos seminários y para indicar akernativas de acciones educativas que modifica Ias conductas de 10s agresores. Los participantes de la investigación fueran cinco madres agresoras, responsabIe por 10s nifios, en sihiación de violencia fisica intra-familiar atendidas en e1 Programa de Protección a Nifios Mdtratados y con Violencias Sexuales. Todas Ias madres participaron en 10s diez seminhios educativos conducidos por rniembros de este Programa. EI número de participantes fue determinado por criterio de satwación de la información.Los datos fueron coleccionados mediante tres instrumentos: una entrevista semi-estructurada, realizada antes y durante Ios seminarios, caracterizada por las percepciones de Ias pesonas responsables que aceitan pegar como una forma de educar; un informe sobre Ias observaciones de 10s seminarios e una segunda entrevista serni-estmcturada realizada después de un periodo de seis meses de terminados 10s seminarios. Los resultados fúeron clasificados en dos dimensiones y analizados por Ia técnica de hhlisis de Contenido idealizada por Bardin (2000). En £a primem dimensión se identificaron concepciones en la forma de educar, la educacih en Ia pktica, Ias razones inductoras de1 acto violento y la trayectoria de la farnilia, teniendo como base las informaciones coleccionada, antes de la realización de 10s seminarios. En Ia segunda dimensión se eshidiaron las percepciones de 10s participantes después de 10s seminhrios. ias datos obtenidos mostraran la necesidad de establecer niveles de prevencion primaria, secundaria y terciaria que implica en la necesidad de una intervención multiprofesional en e1 ámbito de la Educación y de la Salud. 10s resultados de este estudio son fundamentales porque ellos se integrados en 10s planes de estudios acadtmicos de Ias áreas de Educación y Salud y penniten un abordaje transdiciplinar 10s programas de prevencion y de intervención precoz. Esta investigación evitb 10s riesgos de recidivas que se configuraron. E1 trabajo desarrollado les pmitib que 10s participantes fuesen respetados atraves de un espacio para la reflexión, discusión, aceptación, cambio y, principalmente, participación. Se cree que con estés seminários, 10s agresores familiares, como 10s profesionales podrían cambiar aspectos de sus vidas pues fue observado que habia alteraciones de actitudes, percibidas verbal y concretamente, como rnejora de autoestima, flexibilidad, aceptación de las propias falIas y de las fallas ajenas, asi como afectividad.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12115
Arquivos Descrição Formato
000531257.pdf (20.36Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.