Repositório Digital

A- A A+

Lesões de cárie adjacentes a restaurações de resina composta em molares decíduos e a sua relação com a atividade cariosa da criança

.

Lesões de cárie adjacentes a restaurações de resina composta em molares decíduos e a sua relação com a atividade cariosa da criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Lesões de cárie adjacentes a restaurações de resina composta em molares decíduos e a sua relação com a atividade cariosa da criança
Autor Gomes, Márcia
Orientador Araujo, Fernando Borba de
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentes : Deciduos
Resinas compostas
[en] Caries activity
[en] Deciduous tooth
[en] Dental caries susceptibility
[en] marginal integrity
[en] Recurrent caries
[en] Resin composite
[en] Secondary caries
Resumo Na dentição decídua, as restaurações adesivas apresentam uma longevidade média de 2 a 3 anos, contudo, muitas vezes, essas restaurações são substituídas antes deste período médio. Dentre os motivos mais prevalentes para substituição de restaurações, a lesão de cárie secundária é o mais freqüentemente citado. Esta dissertação teve como objetivo avaliar clinicamente, através de um estudo transversal, o comportamento de lesões cariosas adjacentes a restaurações de resina composta em molares decíduos, relacionando-o com a atividade de cárie da criança e com a integridade marginal da restauração. O estudo envolveu 64 pacientes infantis, de ambos os sexos, com idades variando entre 7 a 11 anos, que possuíam restauração oclusal (n = 33) ou ocluso-proximal (n = 31) de resina composta em molares decíduos. Nos pacientes com mais de uma restauração, a randomização dos dentes foi realizada para seleção de apenas uma restauração por criança, totalizando 64 restaurações avaliadas (média de idade em meses das restaurações = 29, 31 ± 16,85, mediana 31,5 meses). Como critério de inclusão, todos os indivíduos deveriam ter sido submetidos a tratamento odontológico para atividade cariosa. Os profissionais responsáveis por tal tratamento eram orientados para seguir um protocolo de atendimento clínico a crianças cárie-ativas. Um examinador treinado e calibrado (valor de Cohen’s kappa dicotômico = 1) avaliou a atividade de doença cárie (ativo ou inativo) do paciente e a presença radiográfica de imagens radiolúcidas relacionadas às margens oclusais das restaurações. Outros dois examinadores, também treinados e calibrados, avaliaram a restauração quanto ao comportamento da lesão cariosa adjacente à restauração (ausência de lesão, lesão ativa sem cavidade, lesão ativa com cavidade, lesão inativa sem cavidade, lesão inativa com cavidade; valor de Cohen’s kappa de múltiplos critérios = 0,844) e quanto à integridade marginal (presença ou ausência; valor de Cohen’s kappa dicotômico = 1). Todos os três examinadores realizaram as avaliações de forma independente e seguindo o princípio de cegamento. As variáveis explicativas foram relacionadas ao desfecho através dos testes estatísticos Qui-quadrado e Exato de Fisher (α=5%). Mais da metade das crianças apresentava-se como cárie–ativa durante a avaliação, sendo a prevalência de lesão cariosa adjacente à restauração (LCAdj) de 40,63% (maioria lesões inativas). Não houve associação entre a presença de LCAdj e a atividade cariosa da criança (p = 0,237). Houve associação estatisticamente significativa entre ausência de LCAdj e a presença de integridade marginal (p = 0,013). Com relação ao dente restaurado, foi constatada associação estatisticamente significativa entre a presença de LCAdj e o segundo molar decíduo (p = 0,033). Verificou-se também que a presença de LCAdj ocorreu preferencialmente nas restaurações mais antigas (p = 0,044). A partir dos resultados, pôde-se concluir que mesmo em pacientes inseridos em um programa de manutenção periódica profissional há uma grande ocorrência de lesões cariosas adjacentes a restaurações adesivas, predominando lesões inativas. A presença de integridade marginal da restauração mostrou estar relacionada à ausência desse tipo de lesão, contudo ausência de integridade marginal não foi completamente relacionada à LCAdj. Embora, não tenha sido possível observar correlação entre a atividade cariosa das crianças e a presença da LCAdj, futuros ensaios clínicos são necessários para observar o comportamento desse tipo de lesão.
Abstract In the deciduous teeth the adhesive restorations last from 2 to 3 years although sometimes replacement takes place before the mean time. Among the most prevalent reasons for replacement of restorations, the secondary caries lesion is mentioned more often. The aim of this study was to evaluate clinically, through a transversal study, the behavior of adjacent caries lesion to composite resin restorations in deciduous molars, considering the relationship of the new lesion to the caries activity of the child and the marginal integrity of the restoration. Sixty four male and female pediatric patients mean age from 7 to 11years and with oclusal (n = 33) or occlusoproximal (n = 31) composite resin restoration in the deciduous molars were used. In the patients where more than one restoration fit the profile, a randomized selection was performed to assure that only one tooth was used per person, in the total 64 appraised restorations (mean of the age in month of the restorations = 29, 31 ± 16,85; median 31,5 months). As inclusion criteria, all patients must have been submitted to dental treatment for disease activity. The professional who performed such treatment was oriented to follow a clinical protocol for children with an active disease. A calibrated and trained examiner (Cohen’s kappa =1) evaluated the activity of the patient’s disease (active or non active), the presence of radiolucent images on dental occlusal surface of the restoration. Another 2 examiners, also trained and calibrated, evaluated the filling as for the behavior of the adjacent caries lesion to the restoration (absence of the lesion, non-cavitated active lesion, cavitated active lesion, non-cavitated inactive lesion, cavitated inactive lesion; Cohen’s kappa = 0,844) and marginal integrity (presence or absence; Cohen’s kappa =1). All the examiners performed the evaluation independently and following blindness principles. The variables were relation to outcome through by Chi-square and Fisher’ Exact analysis (α=5%). More than half of the patients were caries active during the evaluation period. The prevalence of adjacent caries lesion to the restoration (AdjCL) was 40.63% (most inactive lesions). There was no association among the presence of AdjCL and the caries activity of the child (p=0,237). The association of the absence of AdjCL and the presence of marginal integrity was statistically significant (p=0,013). Considering the restorated tooth, there was an association statistically significant among the presence of AdjCL and the second deciduous molar (p=0,033). Also, the presence of AdjCL occurred specially around older restorations (p=0,044). Analyzing the results, it was concluded that even patients submitted to standardized individual professional controlled treatment there is great occurrence of adjacent caries lesion to adhesive restorations, most inactive lesion. The presence of marginal integrity showed to be related to the absence of this lesion, but the absence of marginal integrity was not entirely related to AdjCL. Even though the correlation between caries activity and presence of AdjCL haven’t been observed, future clinical studies are necessary to observe the behavior of this type of lesion.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12132
Arquivos Descrição Formato
000623410.pdf (402.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.