Repositório Digital

A- A A+

Composição florística e distribuição ecológica de epífetos vasculares no Parque Estadual de Itapuã,Viamão, Rio Grande do Sul

.

Composição florística e distribuição ecológica de epífetos vasculares no Parque Estadual de Itapuã,Viamão, Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Composição florística e distribuição ecológica de epífetos vasculares no Parque Estadual de Itapuã,Viamão, Rio Grande do Sul
Autor Musskopf, Emerson Luis
Orientador Waechter, Jorge Luiz
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Fitossociologia : Brasil : Rio Grande do Sul : Teses
Resumo Epífitos vasculares são comumente muito abundantes e diversificados em florestas tropicais e subtropicais úmidas. O objetivo deste estudo foi realizar o levantamento florístico de epífitos vasculares do Parque Estadual de Itapuã (30º20’ a 30º27’S e 50º50’ a 51º05’W), localizado no município de Viamão, ca. 60km a sudeste do Porto Alegre, às margens do norte da Laguna de Patos. Os 5566km² da área de Parque são formados principalmente por morros graníticos (até 265m), depósitos arenosos litorâneos (restingas) e a pequena Lagoa Negra. O clima é subtropical úmido (Cfa), com temperatura e precipitação média anual de 19,5ºC e 1347mm, respectivamente (Estação Meteorológica de Porto Alegre). Os epífitos vasculares, incluindo várias formas de vida de holoepífitos e hemiepífitos, foram observados e avaliados nas florestas de encosta que cobrem os morros graníticos e as florestas de restingas das dunas arenosas, ao longo de 15 viagens de campo de um dia. Espécimes depositados em herbários regionais também foram revisados e foi construída uma curva de número de espécies por número de saídas a campo para avaliar a representatividade florística da área. A flora epifítica incluiu 62 espécies pertencentes a 38 gêneros e 13 famílias. A maior riqueza específica ocorreu em Orchidaceae (21), seguida por Bromeliaceae (14) e Polypodiaceae (10), as restantes nove famílias apresentaram quatro ou menos espécies. As formas de vida epifítica foram distribuídas em quatro categorias, a maioria das espécies sendo holoepífitos habituais (49), contrastando com um baixo número de holoepífitos acidentais (5) holoepífitos facultativos (5) e hemiepífitos primários (3). A seqüência de famílias mais ricas coincide com outros estudos realizados no sul do Brasil, embora a riqueza total seja menor que em florestas tropicais atlânticas.
Abstract (Floristic composition of vascular epiphytes in the State Park of Itapuã, Viamão, Rio Grande do Sul). Vascular epiphytes are commonly very abundant and diversified in tropical and subtropical moist forests. The aim of this study was a floristic survey of vascular epiphytes in the State Park of Itapuã (30º20’ to 30º27’S and 50º50’ to 51º05’W), located in the municipality of Viamão, ca. 60km southeast from Porto Alegre, at the northern margins of the Patos Lagoon. The 5566km² of the Park area are mainly formed by granitic hills up to 265m, sandy coastal deposits (restingas) and the small Negra Lagoon. Climate is humid subtropical (Cfa), with average annual temperature and precipitation of 19,5ºC and 1347mm, respectively (Meteorological Station of Porto Alegre). Vascular epiphytes, including several life-forms of holoepiphytes and hemiepiphytes, were observed and sampled along 15 one-day field trips, covering slope forests of the granitic hills and dune forests of the sandy restingas. Specimens deposited in regional herbaria were also revised and a number of species by number of field-trips curve was constructed to evaluate the floristic representativeness of the area. The epiphytic flora comprised 62 species, belonging to 38 genera and 13 families. The highest species richness occurred in Orchidaceae (21), followed by Bromeliaceae (14) and Polypodiaceae (10), the remaining nine families presenting four ou less species. Epiphytic life-forms were distributed into four categories, most species being true holoepiphytes (49), contrasting with a low number of accidental holoepiphytes (5) facultative holoepiphytes (5) and primary hemiepiphytes (3). The sequence of most diversified families is the same as in other South Brazilian surveys, although the total richness is much lower than in Atlantic coastal rain forests.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12173
Arquivos Descrição Formato
000624018.pdf (1.543Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.