Repositório Digital

A- A A+

"Foi num dia ensolarado que tudo aconteceu" : práticas culturais em narrativas escolares

.

"Foi num dia ensolarado que tudo aconteceu" : práticas culturais em narrativas escolares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Foi num dia ensolarado que tudo aconteceu" : práticas culturais em narrativas escolares
Autor Dalla Zen, Maria Isabel Habckost
Orientador Silveira, Rosa Maria Hessel
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Análise do discurso
Criança
Educação
Ensino fundamental
Escola
Estudos culturais
Gênero
Narrativa
Porto Alegre (RS)
Produção de textos
[en] Cultural practices
[en] Cultural studies
[en] School narratives
Resumo A presente tese apresenta como foco de investigação as narrativas escolares infantis. O estudo teve como objetivo a análise de práticas culturais relatadas por crianças, alunos e alunas da quarta série do Ensino Fundamental de escola pública e privada de Porto Alegre (Brasil). Examinou também o modo como tais práticas se organizam e produzem identidades nesses textos considerados como um gênero discursivo particular. O material empírico da pesquisa constituiu-se de um conjunto de duzentos e vinte e quatro textos escritos em sala de aula, a partir do qual foram identificados e selecionados para análise eixos temáticos. Esses eixos foram distribuídos em capítulos intitulados: Narrativas escolares – um gênero discursivo à parte, Mosaicos de infâncias, Histórias de famílias e Da experiência de ler outra vez os textos escolares. O aporte teórico-metodológico da pesquisa situa-se no campo dos Estudos Culturais sobre narrativas e identidades em sua articulação com as abordagens discursivas. As narrativas são entendidas em sentido particularizado, ou seja, como práticas discursivas que implicam a relação entre discursos e identidades. O trabalho foi estruturado com base nas contribuições de autores como Leonor Arfuch, Jorge Larrosa, Mikhail Bakhtin, Dominique Maingueneau, Claudia Fonseca, Dagmar Meyer, dentre outros. As análises desenvolvidas possibilitaram identificar uma diversidade de experiências socioculturais, o que demonstra a potencialidade dessas narrativas escritas, ou seja, elas geram, reproduzem, legitimam significados: marcas textuais próprias da cultura escolar, desejos, fantasias, valores, cuidados, rituais, relações de poder. Elas também apontam modos de ser menino e menina na escola, na família, entre outras instâncias sociais.
Abstract The present thesis has the focus on the research of school children's narratives. The study had the objective of analyzing cultural practices related to children and pupils from the fourth grade of Elementary Teaching of public and private schools in Porto Alegre (Brazil). It was also examined the way that such practices are organized and produce identities in these texts, considered as particular discursive genres. The empiric material of the research was constituted by a collection of two hundred and twenty texts written in the classroom that were identified and selected for the analysis of thematic focuses. Such focuses were distributed in chapters nominated as follows: School narratives – an exclusive discursive genre, Childhood mosaics, Family stories and From experience of reading another time the school texts. The methodological and theoretical support is concentrated on the Cultural Studies field about narratives and identities in a discursive approach. The narratives are extended to a particular sense, in other words, as discursive practices that imply the relation between speech and identities. The research was in accordance with the contributions of some authors, like Leonor Arfuch, Jorge Larrosa, Mikhail Bakhtin, Dominique Maingueneau, Claudia Fonseca, Dagmar Meyer, and others. As a result of the analysis developed, it was possible to identify a diversity of social and cultural experiences and, this in turn, to demonstrate the potential of such written narratives. On balance, the latter aspect generates, reproduces and legitimizes meanings: own textual features of the school culture, desires, fantasies, values, cares, rituals and power relations. This aspect also points ways of being a boy and a girl in the school, in the family, among other social instances.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12178
Arquivos Descrição Formato
000587822.pdf (6.160Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.