Repositório Digital

A- A A+

Práticas de escrita e tecnologias digitais na educação de jovens e adultos: novelas e-paralelas

.

Práticas de escrita e tecnologias digitais na educação de jovens e adultos: novelas e-paralelas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Práticas de escrita e tecnologias digitais na educação de jovens e adultos: novelas e-paralelas
Autor Alves, Evandro
Orientador Axt, Margarete
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Computador
Computador na educação
Educação
Educação de jovens e adultos
Escrita
Informática
Informática na educação
Produção de textos
[en] Digital Technologies
[en] Writing Practices
[en] Young and Adult Education
Resumo O presente trabalho objetiva registrar práticas de escrita num agenciamento específico no encontro entre coletivos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e tecnologias digitais, numa instância educacional, voltada para o ensino fundamental. Estabeleceuse, entre 2003-2004, uma convivência institucional no CMET Paulo Freire, ligado à Prefeitura Municipal de Porto Alegre. A Tese tem por referenciais teóricometodológicos as obras de Gilles Deleuze e as desse em parceria com Felix Guattari. As questões de pesquisa que nortearam esse trabalho consistem na problematização dessas práticas de escrita no encontro com as tecnologias digitais e de como se configurariam, nessas, modos de subjetivação. Optou-se por realizar uma cartografia, operacionalizada por um inventário de práticas de escrita. O operador analítico foi a Pragmática, conforme a pontuam Deleuze-Guattari, adaptada para o presente estudo. Enfatizando as relações entre imagens, foram engendrados registros a partir de produções de escritos dos alunos, com ênfase no software Cartola, e a partir de registros de práticas pedagógicas. A forma de apresentação dessas problematizações se deu na forma de novelas. Buscou-se, a partir do inventário de práticas de escrita apresentado na forma de novelas, delinear tanto linhas mais sedimentadas (molares), concernentes ao fonocentrismo, que tentam isolar a linguagem como um sistema independente e centrado na individualidade biológica, quanto linhas menos sedimentadas (moleculares), que apontam outros tipos de relações entre imagens que não os derivados das linhas molares. A hipótese de trabalho é que, no agenciamento, haveria coexistência, no que tange às relações entre imagens, entre linhas molares, com linhas de fuga, que conectam a linguagem a sua exterioridade coexistente, da qual ela mesma deriva enquanto produção e criação. Se fossem delineadas linhas moleculares, que se produzem no encontro entre as linhas precedentes, seria confirmada a hipótese de coexistência. Os resultados do estudo confirmam a hipótese, pois foram inventariados, no entorno das práticas de escrita no agenciamento em questão, tipos de relação entre imagens derivadas de linhas moleculares. A existência de outras relações de imagens que não as molarmente preconizadas pelas práticas de (ensino da) escrita visam a ser vetores de problematizações sobre o que está em jogo, em termos de dinâmicas de relações entre imagens, quando se engendram práticas de escrita no encontro com as tecnologias digitais nas fases iniciais da EJA.
Abstract The present work aims at registering writing practices in a specific agency in the encounter of Young and Adult Education collectives (YAE) and digital technologies in an educational instance towards primary education. Between 2003 and 2004 an institutional coexistence was established at Paulo Freire CMET* under the Porto Alegre City Council. This thesis refers to Gilles Deleuze's theoretical-methodological works and those he produced in partnership with Felix Guattari. The research issues that guided this work were problematization of the mentioned writing practices using digital technologies and what modes of subjectivity would emerge in them. A cartography operationalized by an inventory of writing practices was devised. The analytical operator was the Deleuze-Guattari Pragmatic, which was adapted to the present study. Emphasizing the relationships between images, registers were engendered from students' writings productions, with emphasis on the Cartola software, and from registers of pedagogic practices. Novels were the form to present those problematizations. It was sought from an inventory of writing practices presented in the novel format to delineate both more sedimented (molar) lines, concerning phonocentrism, the tendency to isolate the language as an independent system centred in biological individuality, and less sedimented (molecular) lines that point to other sorts of relationships between images, not derived from molar lines. The working hypothesis is that in the agency there would be coexistence of relationships between images and molar lines with vanishing lines that connect language to its coexistent exteriority from which it originates as both production and creation. If molecular lines produced in the encounter between the mentioned lines were delineated, the coexistence hypothesis would be confirmed. The results of the study confirm the hypothesis because they were inventoried around the writing practices in the present agency: relationship types between images derived from molecular lines. The existence of other image relationships not molarly endorsed by the practices of writing (teaching) aims at revealing problematizations of what is at stake, in terms of dynamics of relationships between images, when writing practices are engendered in the encounter with digital technologies in the initial stages of YAE.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12183
Arquivos Descrição Formato
000617527.pdf (2.575Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.