Repositório Digital

A- A A+

Análise fitoquímica preliminar de Vasconcellea quercifolia A.St.-Hil. (Mamoeiro-do-mato)

.

Análise fitoquímica preliminar de Vasconcellea quercifolia A.St.-Hil. (Mamoeiro-do-mato)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise fitoquímica preliminar de Vasconcellea quercifolia A.St.-Hil. (Mamoeiro-do-mato)
Autor Ferreira, Emerson Bittencourt
Orientador Poser, Gilsane Lino von
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Fitoquimica
Vasconcellea quercifolia
Resumo A espécie Vasconcellea quercifolia A.St.-Hil. (Caricaceae) é uma planta nativa da América do Sul. Sua ocorrência é citada desde o Peru, Bolívia e Brasil, até o sul da América do Sul, incluindo Paraguai e Argentina. No Brasil, tem sido registrada nos estados da Bahia, Ceará, Sergipe, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo mais abundante nos estados da região sul, sobretudo em regiões de maiores altitudes das bacias dos rios Paraná e Uruguai e nas bacias que formam o lago Guaíba. No Rio Grande do Sul, ocorre na floresta do Alto Uruguai, nas florestas da encosta do planalto meridional e da serra do sudeste. Popularmente, sua medula caulinar é consumida em forma de doce e seus frutos são comestíveis tanto in natura quanto sob a forma de doces, geleias, sucos, licores e sorvetes. Devido seus valores promissores no aspecto nutricional, obteve o reconhecimento do governo federal como espécie de potencial importância econômica recebendo inclusão em projeto de conservação. Bromatologicamente, o mamão-do-mato (como também é conhecido) apresenta em sua constituição, altas concentrações de amido (7,03%), proteínas (3,17%), lipídios (3,31%) e fibra alimentar (3,80%). Fitoquimicamente, apresenta semelhanças com Carica papaya (A.St.-Hil.) Hieron., estando presentes os compostos fenólicos manghaslina e rutina (flavonoides derivados da quercetina); bem como glicosídeos cianogênicos e glicosinolatos, sendo de grande valia suas características nutracêuticas. Diante de tais observações, o presente trabalho tem por objetivos realizar o estudo fitoquímico desta espécie realizando pesquisas teóricas e práticas para obtenção de maiores conhecimentos desse caráter. Através de métodos cromatográficos, buscamos também caracterizar a presença de compostos bioativos nas folhas e frutos do mamão-do-mato e do mamão convencional (Carica papaya), tendo como resultados a detecção de alguns compostos terpênicos, carotenoides e produtos fenólicos. Estes compostos são citados na literatura como agentes antioxidantes e alguns inclusive como anticancerígenos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/122197
Arquivos Descrição Formato
000971052.pdf (6.335Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.