Repositório Digital

A- A A+

Fisioterapia no pré-natal: proposta de condicionamento e auto-educação do assoalho pélvico

.

Fisioterapia no pré-natal: proposta de condicionamento e auto-educação do assoalho pélvico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fisioterapia no pré-natal: proposta de condicionamento e auto-educação do assoalho pélvico
Autor Ros, Silvia
Orientador Meyer, Flavia
Data 1997
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Exercício físico
Fisioterapia
Gravidez
Parto
[en] Delivery
[en] Obstetrics
[en] Pelvic floor exercising
[en] Physiotherapy
[en] Prenatal
[en] Self-education
Resumo Este estudo avaliou o efeito de um programa fisioterápico no pré-natal, como uma proposta pedagógica através do exercício do assoalho pélvico, que facilitaria a fase de expulsão do parto, em dois grupos constituídos de gestantes adolescentes e adultas - primíparas e multíparas. O tempo de expulsão no segundo estágio do parto variou de 1 a 18 mínutos, no grupo de gestantes que realizou o exercício (experimental) e, de 1 a 20 minutos, no grupo controle. Esta diferença não foi significativa e, em ambos os grupos, foi menor que o valor mínímo de 20 mínutos, descrito na literatura. O grupo experimental evidenciou, embora fracamente, as seguintes correlações: o tempo expulsivo dimínuiu com o aumento dos exercícios nas gestantes acima de 18 anos e aumentou, nas gestantes com menos de 18 anos. O Apgar dos bebês, no primeiro e no quinto minuto, não mostrou diferença signíficativa entre os grupos. Ficou demonstrado o valor pedagógico do programa fisioterápico de preparação para o parto pelo incremento do nível de informação das gestantes e pela aquisição da consciência e controle motor da musculatura do assoalho pélvico, assim como o nível de satisfação das gestantes.
Abstract This study evaluated the effect of a prenatal physiotherapy program, as a pedagogical proposal, by means of pelvic floor exercising which would improve delivery, in two groups of pregnants including adolescent and adult women - primiparae and multiparae. The second stage delivery time ranged from 1 to 18 minutes within the experimental group of pregnant women performing the exercises and from 1 to 20 minutes, within a control group. This difference was not significant and both groups showed delivery times under the 20 minutes reported in the literature. Although weakly, the experimental group evidenced the following correlations: delivery time was reduced as exercising increased, for pregnant women over 18 years old, and increased, for those below 18 years old. Babies bom from both groups showed no significant differences concerning Apgar scores, at the first and fifth minutes. The prenatal physiotherapy program showed to be pedagogically valuable because it increased the pregnants' information levei, pelvic floor musculature awareness and motor control, as well as women's satisfaction degree.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/122240
Arquivos Descrição Formato
000372713.pdf (9.125Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.