Repositório Digital

A- A A+

A dança como forma de terapia em populações brasileiras : um estudo de revisão

.

A dança como forma de terapia em populações brasileiras : um estudo de revisão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A dança como forma de terapia em populações brasileiras : um estudo de revisão
Autor Fernandes, Ananda Denardi
Orientador Haas, Aline Nogueira
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Dança: Licenciatura.
Assunto Dança
Terapia
[en] Dance
[en] Dance therapy
[en] Health promotion
Resumo O presente trabalho de cunho bibliográfico buscou analisar estudos que utilizam a dança como mecanismo auxiliar de recuperação e reabilitação de pacientes em diferentes tratamentos clínicos. Teve como objetivo avaliar os efeitos da dança como forma de terapia em populações brasileiras, dialogar com teorias acerca do corpo e relacioná-las com a dança e seu papel terapêutico. Foram realizadas buscas em cinco bases de dados, e após seleção criteriosa, quatro estudos foram incluídos. A terapia pela dança teve impacto positivo em todos os estudos, independente da abordagem utilizada. Proporcionou benefícios à mobilidade funcional de crianças com paralisia cerebral. Em pacientes com surdez, estruturas rítmicas e a capacidade psicomotora tiveram respostas positivas. Para pacientes com fibromialgia, apresentou resultados significativos no que se refere à dor, capacidade funcional, qualidade de vida e autoimagem. Na intervenção com esclerose múltipla, controle motor e manutenção do equilíbrio, além do bem-estar também obtiveram melhora. A eficácia de programas de dança como forma de terapia parece bem clara nesse trabalho. Entretanto, verifica-se uma necessidade de mais pesquisas controladas para construirmos uma visão mais consistente sobre intervenções com dança, ponderando a estrutura científica racionalista em que se pauta nossa visão de saúde, que dificulta a valorização da arte enquanto ferramenta terapêutica.
Abstract This review study analyze researches that use dance as a mechanism to assist recovery and rehabilitation of patients with different clinical treatment. It aimed to evaluate the effects of dance as a form of therapy in Brazilian populations, to dialogue with theories about the body and to relate them to dance and its therapeutic role. Searches were conducted in five databases, and after careful selection, four studies were included. The dance therapy had a positive impact in all studies, regardless of the approach used. It provided benefits to functional mobility of children with cerebral palsy. Showed positive responses for patients with deafness in rhythmic structures and psychomotor ability. Presented significant results in terms of pain, functional capacity, quality of life and self-image for patients with fibromyalgia. There was also improvement regarding motor control, maintaining balance and well-being in a patient with multiple sclerosis. The effectiveness of dance programs as a form of therapy seems clear in this review. However, there is a need for more controlled studies to build a more consistent view on interventions with dancing, pondering the rationalist scientific structure, founded on brazilian’ society health vision, which harms the appreciation of art a therapeutic tool.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/122297
Arquivos Descrição Formato
000971540.pdf (424.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.