Repositório Digital

A- A A+

Fatores que afetam a composição do leite bovino em rebanhos sob controle leiteiro: enfoque epidemiológico e metabólico

.

Fatores que afetam a composição do leite bovino em rebanhos sob controle leiteiro: enfoque epidemiológico e metabólico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores que afetam a composição do leite bovino em rebanhos sob controle leiteiro: enfoque epidemiológico e metabólico
Outro título Factors affecting milk composition in cow herds under milk recording: an epidemiological and metabolic approach
Autor Bondan, Carlos
Orientador Diaz Gonzalez, Félix Hilário
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Bioquímica clínica
Composição do leite
Patologia veterinaria
Qualidade do leite
Transtorno metabólico
Vacas leiteiras
[en] Environment
[en] Metabolic disorders
[en] Milk quality
[en] Milk yield
Resumo O Rio Grande de Sul é o estado brasileiro que tem apresentado o maior crescimento na produtividade leiteira do país. Este aumento pode, em parte, ser explicado pelas oportunidades que a produção de leite tem proporcionado em aumentar a renda por hectare melhorando as condições socioeconômicas dos envolvidos na atividade. Porém, a produção ainda se mantém aquém do esperado para o potencial genético do seu rebanho em termos de produtividade e qualidade. O presente trabalho tem como objetivo estudar fatores ambientais e metabólicos que podem estar afetando a quantidade e a qualidade do leite, mediante um estudo retrospectivo que utiliza o banco de dados do controle leiteiro do SARLE-UPF, e um estudo metabólico prospectivo com vacas pertencentes a rebanhos do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. No primeiro estudo foram analisados 115 rebanhos que totalizaram 187.796 informações individuais de vacas da raça Holandesa em um período de seis anos (2008-2013), onde se avaliou as influências que as estações do ano, dias em lactação e número de partos acarretaram na composição e produção de leite, enquanto o segundo estudo foram analisadas 119 vacas da raça Holandesa durante o período de transição onde se avaliou os transtornos clínicos e subclínicos e seus efeitos sobre a produção e a composição do leite. O estudo retrospectivo apresenta o efeito da sazonalidade, onde no inverno obtiveram-se as maiores produções de leite e de sólidos totais. Vacas no início da lactação (6 a 60 DEL) e aquelas com dois e três partos foram as mais produtivas. O maior desafio a ser vencido é a diminuição da contagem de células somáticas que se correlacionaram negativamente com a produção e o percentual de lactose. No estudo prospectivo foram encontrados 26,9% de transtornos clínicos e 53,8% de transtornos subclínicos, sendo a hipocalcemia subclínica aquela com maior ocorrência. A produção de leite foi afetada por alguns transtornos clínicos e subclínicos e esteve associada com balanço energético negativo. A gordura láctea e o cociente G:P apresentaram-se aumentadas concomitantemente quando ocorreu aumento dos AGNE, BHB e perda acentuada de ECC.
Abstract Rio Grande de Sul is the Brazilian state with the largest increase in milk yield. This increase may be partly explained by the opportunities that dairy production has opened up for raises in income per hectare, thus improving dairy farmers’ socioeconomic conditions. However, milk yield is below expectations for the dairy herd’s genetic potential as far as productivity and quality are concerned. The aim of the present thesis is to investigate environmental and metabolic factors that may affect the quantity and quality of milk. A retrospective study based on the milk recording data obtained by the Division of Dairy Herd Analyses of Universidade de Passo Fundo (SARLE-UPF) and a metabolic prospective study in cows from the Plateau Region of Rio Grande do Sul were conducted. The first study assessed 115 herds, totaling 187,796 individual data on Holstein cows within a six-year period (2008-2013), analyzing the effects of seasons of the year, days in milk, and parity on milk composition and yield. The second study included 119 Holstein cows during the transition period, and assessed clinical and subclinical disorders and their effects on milk yield and composition. The retrospective study demonstrated the effect of seasonality, revealing that the largest productions of milk and total solids occurred in winter. Cows in early lactation (6 to 60 DIM) and those in second and third lactations were the most productive ones. The biggest challenge to be overcome rests with the reduction of somatic cell count, which is negatively correlated with yield and with lactose concentration. The prospective study detected 26.9% of clinical disorders and 53.8% of subclinical disorders, among which the highest incidence was that of subclinical hypocalcemia. Milk yield was affected by some clinical and subclinical disorders and was associated with a negative energy balance. Milk fat and the F:P ratio increased concomitantly when high levels of NEFA and BHB and remarkable loss of BCS were observed.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/122435
Arquivos Descrição Formato
000970592.pdf (780.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.