Repositório Digital

A- A A+

Population structure of the tanaid Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Crustacea, Tanaidacea) associated with roots of the water hyacinth Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. (Liliiflorae, Pontederiaceae), from a coastal lagoon in southern Brazil

.

Population structure of the tanaid Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Crustacea, Tanaidacea) associated with roots of the water hyacinth Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. (Liliiflorae, Pontederiaceae), from a coastal lagoon in southern Brazil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Population structure of the tanaid Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Crustacea, Tanaidacea) associated with roots of the water hyacinth Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. (Liliiflorae, Pontederiaceae), from a coastal lagoon in southern Brazil
Outro título Estrutura populacional do tanaídeo Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Crustacea, Tanaidacea) ocorrente em raízes do aguapé Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. (Liliiflorae, Pontederiaceae), em uma laguna costeira do sul do Brasil
Autor Slivak, Nataly Nunes
Poppe, Jean Lucas
Würdig, Norma Luiza
Abstract This study aimed to investigate the population structure of Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Malacostraca, Tanaidae) in a coastal lagoon in the North coast in the Rio Grande do Sul state. The collections were performed weekly on banks of the aquatic hyacinth Eichhornia azurea (Sw.) Kunth during three months. Samples of water hyacinth were manually collected and washed on a sieve of 0.250μm mesh size. In the laboratory, the material was sorted and the tanaid lengths were measured and classified into following morphotype categories: Manca, Juveniles, Non-Reproductive Females (NRF), Preparatory Females (PREPF), Ovigerous Females (OVF) and Males. The distribution by frequency of body length classes presented a higher abundance of manca in the class of 0.75mm; juveniles in 2.19mm; non-reproductive females in 2.5mm; preparatory females in 2.7mm; ovigerous females in 2.85mm and males in 2.81mm. The average of sexual rate was 3.1:1 (females: males). It was observed the recruitment and predominance of juveniles in the eleven studied weeks, and the presence in lower proportion of PREPF, OVF and males. Based on the analyses of the population structure observed and data found in the literature, became evident the presence of juveniles, females and males during all the year, beyond a continuous reproduction activity of the species. The results have also suggested the species seems to have an opportunistic behavior, being able to colonize a high diversity of substrates.
Resumo Este trabalho buscou obter informações sobre a estrutura populacional de Sinelobus stanfordi (Richardson, 1901) (Malacostraca, Tanaidae), em intervalos semanais por um período de três meses, em uma laguna costeira do Litoral Norte do Rio Grande do Sul. As coletas foram realizadas em estande da macrófita aquática Eichhornia azurea (Sw.) Kunth. Exemplares do aguapé foram coletados manualmente e lavados sobre uma peneira de 0.250μm de abertura de malha. Em laboratório, o material foi triado e os indivíduos medidos e classificados por morfotipos: Mancas, Juvenis, Fêmeas Não-Reprodutivas (FNR), Fêmeas Preparatórias (FPREP), Fêmeas Ovadas (FOV) e Machos. A distribuição por frequências de classes de tamanho corporal demonstrou um maior número de indivíduos manca na classe de tamanho 0,75mm; juvenis, em 2,19mm; fêmeas não reprodutivas, em 2,5mm; fêmeas preparatórias, em 2,7mm; fêmeas ovadas, em 2,85mm e machos em 2,81mm. A média da proporção sexual foi de 3,1:1 (fêmeas: machos). Observou-se recrutamento e predomínio dos juvenis nas onze semanas de estudo e a presença, em menor proporção de FPREP, FOV e Machos. Com base na análise da estrutura populacional observada e dados encontrados na literatura, fica evidente a presença de juvenis, fêmeas e machos ao longo de todo ano, além de uma reprodução contínua da espécie. Estes resultados ainda sugerem que a espécie parece ter um comportamento oportunista, podendo, inclusive, colonizar uma diversidade de substratos.
Contido em Revista Brasileira de Zoociências. Vol. 15, n. 1/3 (2013), p. 15-25
Assunto Lagoas costeiras
Macrobentos
Tanaidacea
[en] Coastal lagoon
[en] Macrobenthos
[en] Populational structure
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/122627
Arquivos Descrição Formato
000965839.pdf (428.0Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.