Repositório Digital

A- A A+

Violências na escola : uma etnografia em duas escolas da rede municipal de ensino de Gravataí

.

Violências na escola : uma etnografia em duas escolas da rede municipal de ensino de Gravataí

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Violências na escola : uma etnografia em duas escolas da rede municipal de ensino de Gravataí
Autor Goularte, Gabriel Gules
Orientador Bossle, Fabiano
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Ensino fundamental
Escolas
Etnografia
Violência
[en] Elementary school
[en] Ethnography
[en] Physical education
[en] School
[en] Violence
Resumo O presente estudo, uma investigação de natureza qualitativa, estabeleceu a opção pela etnografia para compreender a relação das comunidades escolares de duas instituições de ensino da rede municipal de Gravataí com as violências. Para tanto, a questão norteadora da pesquisa foi colocada da seguinte maneira: Como o componente curricular Educação Física se configura no contexto das violências em duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Gravataí? Para a constituição do referencial teórico, ao entender que, na contemporaneidade a contextualização da instituição escolar pode estar associada a uma rede de relações e forças que nela operam, busquei discutir implicações que essas interferências criam na escola, levando em consideração as mudanças sociais a partir da perspectiva da globalização, perfazendo uma análise da instituição escolar a partir desse contexto de mudanças. Por sua vez, o trabalho de campo teve a duração de um ano letivo (março a dezembro de 2014) e empregou a utilização dos instrumentos de coleta de informações: observação participante, diários de campo; diálogos, entrevistas semiestruturadas, além da análise de documentos. No que diz respeito à interpretação das informações coletadas, optei pela organização de categorias de análise, adotando o processo de validez interpretativa a fim de que se garantisse a fidedignidade da análise e das interpretações produzidas. Desse modo, partindo da premissa de que discutir violências a partir da perspectiva do campo das Ciências Sociais se apresenta um desafio, dada a diversidade de conceituações e manifestações possíveis ao fenômeno, as informações coletadas foram subdividas em duas seções (blocos temáticos), além de quatro categorias de análise. Sendo assim, a interpretação dos elementos e informações obtidos a partir do trabalho de campo evidenciou os aspectos relacionados ao tráfico de drogas ilícitas e desfavorecimento social como principais impactantes das violências com as quais ambas as escolas passam a conviver em seu cotidiano. Levando em consideração os achados oriundos da investigação, aponto as manifestações das violências de ordem simbólica como representação mais significativa das interferências do agravamento vivenciado pelos docentes e comunidades nas escolas pesquisadas. Interpreto, ainda, que os professores e equipes diretivas reconhecem no reforço da relação escola-aluno-família uma alternativa para minimizar as interferências dos fatores de violência compartilhados nos cenários onde as escolas estão localizadas, embora a repercussão no acúmulo de funções destinadas e/ou assumidas pelas escolas e coletivo de professores. E que, portanto, em um esforço de empreender a construção analítica da configuração do componente curricular Educação Física nas escolas investigadas, a aproximação e permanência em campo expôs detalhes da complexa teia de relações e práticas sociais compartilhadas que estabelecem uma configuração singular para cada instituição de ensino.
Abstract This study, an investigation of qualitative nature, laid the choice of ethnography to understand the relationship of the school communities of two schools in the municipal Gravataí with violence. Therefore, the guiding research question was put as follows: How the Physical Education curriculum component is configured in the context of violence in two schools of the Municipal Network of Education in Gravataí? To constitute the theoretical framework, to understand that in contemporary contextualization of the school may be associated with a network of relationships and forces operating in it, I sought discuss implications that such interference believed in the school taking into account the social changes from the perspective globalization, making an analysis of the school from that context changes. In turn, the field work lasted a year (March-December 2014) and employed the use of instruments of information collection: participant observation, field diaries; dialogues, semi-structured interviews and analysis of documents. Regarding the interpretation of the information collected, I opted for organizing categories of analysis, adopting the process of interpretive validity to that guarantee the reliability of the analysis and produced interpretations. Thus, on the premise that discuss violence from the perspective of the field of Social Sciences presents a challenge, given the diversity of concepts and possible manifestations to the phenomenon, the organization of information collected were subdivided into two sections (thematic blocks), as well four categories of analysis. In this way, the interpretation of data and information obtained from the fieldwork highlighted aspects related to drug trafficking and social disadvantage as major impacting the violence which both schools come to live in their daily lives. Taking into account the findings arising from the research point out the manifestations of violence in a symbolic order as more meaningful representation of the interference of the worsening experienced by teachers and communities in the surveyed schools. I can interpret also that teachers and management teams recognize in strengthening school-student-family relationship an alternative to minimize interference of shared violence factors in scenarios where the schools are located, while the impact on the accumulation of intended and / or assumed functions by schools and teachers collective. And that therefore, in an effort to undertake the analytical construction of setting curriculum component Physical Education in the investigated schools, field approach and remain exposed details of the complex web of shared social relations and practices that establish a unique setting for each education institution.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/122648
Arquivos Descrição Formato
000972090.pdf (1.488Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.