Repositório Digital

A- A A+

Fatores de riscos à saúde cardiovascular e osteomuscular relacionados aos hábitos, estilo de vida e ao trabalho em profissionais do SAMU 192 Porto Alegre/RS

.

Fatores de riscos à saúde cardiovascular e osteomuscular relacionados aos hábitos, estilo de vida e ao trabalho em profissionais do SAMU 192 Porto Alegre/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de riscos à saúde cardiovascular e osteomuscular relacionados aos hábitos, estilo de vida e ao trabalho em profissionais do SAMU 192 Porto Alegre/RS
Autor Chaise, Fabiana de Oliveira
Orientador Candotti, Cláudia Tarragô
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Doenças cardiovasculares : Prevenção e controle
Doenças do trabalho
Estresse
Fatores de risco
[en] Cardiovascular diseases
[en] Ostemusculares diseases related to work
[en] Risk factors
[en] Stress
Resumo A presente dissertação de mestrado tem como objetivo, além de desenvolver um instrumento prático e acessível para investigar as condições de saúde e os fatores de risco para o adoecimento, também identificar os fatores de riscos à saúde cardiovascular e osteomuscular relacionados aos hábitos, estilo de vida e ao trabalho em profissionais do SAMU 192 Porto Alegre/RS. Para dar conta desse objetivo, a dissertação está estruturada em oito capítulos: (1) introdução; (2) artigo de revisão sistemática da literatura; (3) artigo sobre estudo de validação do Questionário de Hábitos de Vida e Trabalho (QHViT); (4) artigo sobre a prevalência e fatores de risco associados às doenças cardiovasculares; (5) artigo sobre a prevalência e fatores de risco associados às doenças osteomusculares; (6) artigo sobre a prevalência e fatores de risco associados ao estresse ocupacional; (7) considerações finais e (8) perspectivas. A revisão sistemática da literatura teve o objetivo de identificar os fatores de risco para o aparecimento de doenças cardiovasculares e osteomusculares entre os trabalhadores do atendimento pré-hospitalar de urgências. A partir desta revisão foi possível observar fatores de risco bem documentados na literatura, pertinentes a esses trabalhadores, tais como: a manipulação de pacientes e o trabalho estressante. Ainda foi possível identificar a ausência de um único instrumento para avaliação desses fatores de risco. Portanto, o segundo artigo apresenta o desenvolvimento e os resultados dos procedimentos de validação de um questionário sobre hábitos de vida e trabalho (QHViT) apropriado para os trabalhadores da saúde. Os resultados confirmaram a validade de conteúdo e reprodutibilidade do QHViT. Os três artigos seguintes apresentam os resultados de um estudo original descritivo, transversal e de base populacional utilizando o QHViT com os trabalhadores SAMU 192 Porto Alegre/RS. Retornaram ao pesquisador 113 questionários, os quais foram inicialmente analisados por meio de estatística descritiva. Para as associações entre fatores de risco para as Doenças Cardiovasculares (DCV) e Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (DORT’s) e para o estresse ocupacional foi utilizado o Teste do Qui-Quadrado (α=0,05). Foram também calculadas as Razões de Prevalência (RP) e seus respectivos Intervalos de Confiança de 95% (IC 95%) por meio de análise multivariável realizada a partir do modelo de Regressão de Poisson. Quanto as DCV, os resultados mostram uma baixa prevalência de DCV entre os trabalhadores, não sendo possível qualquer associação entre DCV e fatores de risco. Entretanto, houve associações significativas entre a hipertensão arterial sistêmica (HAS) e o Índice de Massa Corporal elevado, a idade avançada e o tempo de serviço, sendo esses considerados como risco para a HAS. Quanto as DORT’s, os fatores de risco foram as exposições do trabalhador ao frio, ao calor e às vibrações, o esforço físico, a não realização de pausa durante as atividades, o regime de trabalho e o estresse no tempo e na velocidade da realização das tarefas. Quanto ao estresse ocupacional, os fatores de risco encontrados foram os agentes físicos, biológicos e ergonômicos, as exigências ocupacionais, os acidentes de trabalho e o regime de trabalho. Conclui-se que os trabalhadores do SAMU 192 Porto Alegre apresentam algum risco no desenvolvimento de doenças relacionado tanto aos hábitos de vida, quanto aos hábitos e rotinas de trabalho.
Abstract This dissertation aims, and develop a practical and accessible instrument for investigate the health and risk factors for the disease, also identify the risk factors for cardiovascular health and musculoskeletal related to the habits and lifestyle and work in professional SAMU 192 Porto Alegre/RS. To realize this objective, the dissertation is divided into eight chapters: (1) introduction; (2) systematic literature review of the literature; (3) article on study validating the Life and Work Habits Questionnaire (QHViT); (4) article on the prevalence and risk factors associated with cardiovascular disease; (5) article on the prevalence and risk factors associated with musculoskeletal disorders; (6) article on the prevalence and risk factors associated with occupational stress; (7) final considerations and (8) perspectives. The literature systematic review aimed to identify risk factors for the development of cardiovascular and musculoskeletal diseases among workers of pre-hospital emergency care. From this review it was observed risk factors well documented in the literature relevant to these workers, such as the handling of patients and stressful work. Still it was possible to identify the absence of a single instrument for the assessment of these risk factors. Therefore, the second article presents the development and results of the validation procedures of a questionnaire about life and work habits (QHViT) suitable for health workers. The results confirmed the validity of the content and reproducibility of QHViT. The next three articles present the results of an original descriptive, cross-sectional population-based study using the QHViT with workers SAMU 192 Porto Alegre / RS. Returned to the researcher 113 questionnaires, which were initially analyzed using descriptive statistics. For associations between risk factors for cardiovascular disease (CVD) and Musculoskeletal Diseases related to work (DORT's) and occupational stress we used Chi-Square Test (α = 0.05). Were also calculated the prevalence ratios (PR) and their respective 95% confidence intervals (95% CI) by multivariate analysis from the Poisson regression model. As CVD, The results showed a low prevalence of CVD among workers, it is not possible any association between CVD and risk factors. However, there were significant associations between hypertension and high body mass index, older age and length of service, and these considered at risk for hypertension. As the DORT's, the risk factors were the exposures of workers to cold, heat and vibration, physical effort, Not performing break during the activities, the type of work and stress in time and speed of implementation of tasks. As for occupational stress, risk factors were physical, biological and ergonomic agents, occupational requirements, workplace accidents and work scheme. It follows that workers SAMU 192 Porto Alegre have some risk of developing diseases related to both lifestyle habits, the habits and work routines.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/122649
Arquivos Descrição Formato
000972093.pdf (1.548Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.