Repositório Digital

A- A A+

Impactos estimados da implantação de uma proposta de programa de prevenção de infecções respiratórias e asma no RS

.

Impactos estimados da implantação de uma proposta de programa de prevenção de infecções respiratórias e asma no RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impactos estimados da implantação de uma proposta de programa de prevenção de infecções respiratórias e asma no RS
Autor Ferreira, Ernesto Nazeazeno do Nascimento
Orientador Bordin, Ronaldo
Data 2005
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde.
Assunto Estudo de caso
Gestão : Saúde
Políticas públicas : Serviços de saúde
Resumo Introdução: As doenças respiratórias são a primeira causa de internações hospitalares no RS para todas as idades no âmbito do SUS. Na faixa etária de 0 a 14 anos a asma/sibilos e as infecções respiratórias chegam a representar 91% dessas internações. Além disso, as infecções respiratórias agudas são responsáveis por cerca de 40 a 60% das consultas em menores de 5 anos de idade, e ocupam o terceiro lugar como causa de mortalidade infantil em menores de cinco anos e uma prevalência de 12% do total de óbitos entre menores de um ano. Alem disso, essas doenças representam importante sobrecarga composta de gastos diretos gerados dentro do sistema de atenção à saúde, custos indiretos associados à perda da produtividade econô mica e a custos não comensuráveis correspondentes à qualidade de vida das crianças bem como de seus pais. Em um projeto – piloto, denominado Programa de Prevenção de infecções Respiratórias e Asma – PPIRA, iniciado em Santo Ângelo, RS, em 1995, verificou-se a eficácia, em Saúde Pública, da imunoterapia com vacinas alergênicas, na redução de internações hospitalares e de infecções respiratórias em crianças de 0 a 14 anos, com asma/sibilos e/ou rinite alérgica. Foi observada redução de 86,8% das internações e 86,6% das infecções respiratórias das crianças tratadas. Verificou-se, também, melhora substancial na qualidade de vida dos pacientes e familiares. Diante desses resultados apresentamos um estudo da viabilidade da expansão desse programa para todo o RS com os impactos presumíveis na redução das despesas com internações hospitalares e medicação, da mortalidade infantil e melhora na qualidade de vida de pacientes e familiares. Métodos: Primeiramente foram levantados dados internacionais e brasileiros sobre morbimortalidade das infecções respiratórias e asma através da literatura especializada e internet. A seguir através do Datasus, foram levantados os dados referentes à morbidade hospitalar e mortalidade por asma/sibilos e infecções respiratórias no RS, na faixa etária de 0 a 14 anos, no quadriênio 1999 – 2002. Diante da
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/12345
Arquivos Descrição Formato
000501963.pdf (97.94Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.