Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da aplicação de um campo magnético permanente sepultado em área de enxerto ósseo alógeno e dento-alveolar : estudo experimental em ratos

.

Avaliação da aplicação de um campo magnético permanente sepultado em área de enxerto ósseo alógeno e dento-alveolar : estudo experimental em ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da aplicação de um campo magnético permanente sepultado em área de enxerto ósseo alógeno e dento-alveolar : estudo experimental em ratos
Autor Azambuja, Henrique Voltolini de
Orientador Ponzoni, Deise
Co-orientador Puricelli, Edela
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Cirurgia bucal
Enxerto osseo
[en] Alveolar wound healing
[en] Lyophilized bone allograft
[en] Oral and maxillofacial surgery
[en] Static magnetic field
Resumo Proposição: O presente trabalho propõe o estudo histológico descritivo da aplicação de um campo magnético sepultado, estático e permanente em área de enxerto ósseo alógeno liofilizado e dento-alveolar associada a defeito cirúrgico em mandíbulas de ratos. Metodologia: estudo experimental in vivo, randomizado. Amostra foi composta por 21 ratos, da espécie Rattus novergicus albinus, linhagem Wistar, machos, divididos em três grupos, correspondendo aos tempos experimentais de sete, 21 e 45 dias. Foram realizadas ostectomias associadas a odontossecções, na face lateral externa do corpo mandibular e no ramo ascendente, atingindo transversalmente a raiz do incisivo inferior e os ápices dos molares. Este defeito cirúrgico permitiu a adaptação de dispositivos metálicos magnetizados (grupo teste) e não magnetizados (grupo controle) associados às regiões apicais dos molares e ao coto distal do incisivo inferior, local este onde realizou-se enxertia óssea alógena liofilizada. A intensidade média do campo magnético sepultado e permanente foi de 250 gauss.Resultados: observou-se no grupo teste e controle, nos diferentes tempos experimentais a gradativa integração do enxerto ósseo alógeno liofilizado, a manutenção da vitalidade pulpar dos molares e coto proximal do incisivo inferior, além da contínua erupção do incisivo inferior do rato. Nos grupos teste, principalmente aos 45 dias, constatou-se uma diferenciada e exuberante neoformação óssea centrípeta em direção aos dispositivos metálicos imantados. Conclusão: o campo magnético sepultado in vivo foi capaz de favorecer o processo de cicatrização óssea no defeito cirúrgico criado.
Abstract Purpose: The present study provides a descriptive histological analysis of the use of a buried, static and permanent magnetic field in lyophilized bone allografts in a dentoalveolar area associated with surgical defects in rat mandibles. Method: a randomized in vivo experimental study was carried out with 21 male Wistar rats (Rattus norvegicus albinus), which were split into three groups, corresponding to 7, 21 and 45 experimental days. Ostectomies associated with odontotomies were performed on the outer lateral face of the mandibular body and in the ascending branch, cross-sectionally to the root of the lower incisor and to the molar apices. This surgical defect allowed for the use of magnetized (test group) and non-magnetized (control group) metal devices associated with molar apices and with the distal stump of the lower incisor, where the lyophilized bone allograft was performed. The intensity of the buried and permanent magnetic field amounted to 250 gauss. Results: In the test and control groups, there was gradual integration of the lyophilized bone allograft, maintenance of pulp vitality of the molars and of the proximal stump of the lower incisor, in addition to continuous eruption of the lower incisor. In the test groups, especially at 45 days, there was distinct and pronounced centripetal new bone formation in a direction toward the magnetized metal devices. Conclusion: the in vivo buried magnetic field favored bone healing at the site of the surgical defect.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12420
Arquivos Descrição Formato
000627815.pdf (1.326Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.