Repositório Digital

A- A A+

A identidade de um novo corpo e o corpo mutante da arquitetura : as próteses como mediação sensório-espacial na experiência arquitetônica

.

A identidade de um novo corpo e o corpo mutante da arquitetura : as próteses como mediação sensório-espacial na experiência arquitetônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A identidade de um novo corpo e o corpo mutante da arquitetura : as próteses como mediação sensório-espacial na experiência arquitetônica
Autor Costa, Flávia Nacif da
Orientador Fuao, Fernando Delfino de Freitas
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura.
Assunto Crítica arquitetônica
Espaço
Espaco arquitetonico
Espaço urbano : Transformação
Historia da arquitetura
Tecnologia
Tempo
Resumo O trabalho trata das modificações sofridas pelo corpo desde que a ele se somaram próteses — aparatos tecnológicos —, especialmente a partir do advento da Revolução Industrial, mudanças essas que reverberaram na produção de espaço da arquitetura. Tem-se como hipótese que tais transformações do corpo, ao interferirem no modo como o mundo é percebido e experimentado pelo homem, trazem questões a serem refletidas no âmbito da arquitetura, uma vez que o cenário atual em que ela se produz aponta para novas vivências do espaço urbano. Analisa-se que arquitetura é possível diante de um meio ciborgue, em que as contaminações do corpo pela máquina mobilizam novas formas de aproximação entre usuário e obra.
Abstract The research deals with the transformations suffered by the body since they added prothesis — technological instruments —, especially from the advent of Industrial Revolution, changes that reverberated in architecture’s space. The hypothesis is that such transformations, when intervening with the way men perceive the world, bring questions to be reflected by the discipline, once the current scene where architecture is produced leads to new experiences of urban space. It is analyzed what architectural production is made possible in a cyborg ambience, where the contaminations of body by machine mobilize new forms of approach between habitants and buildings.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12459
Arquivos Descrição Formato
000626554.pdf (9.609Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.