Repositório Digital

A- A A+

Estudo sobre foraminíferos e radiolários do cretáceo, Bacia Pará-Maranhão, margem equatorial brasileira

.

Estudo sobre foraminíferos e radiolários do cretáceo, Bacia Pará-Maranhão, margem equatorial brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo sobre foraminíferos e radiolários do cretáceo, Bacia Pará-Maranhão, margem equatorial brasileira
Autor Silva, Cristiane Pakulski da
Orientador Lemos, Valesca Brasil
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Bioestratigrafia
Foraminíferos planctônicos
Pará-Maranhão, Bacia sedimentar do (PA e MA)
Radiolarios
[en] Bioestratigraphy
[en] Cretaceous
[en] Foraminifers
[en] Radiolarians
Resumo Neste estudo são apresentados os dados obtidos de microfósseis, foraminíferos e radiolários, em dois poços 1-MAS-12 e 1-MAS-16, nas formações Ilha de Santana e Travosas, do Grupo Humberto de Campos, Bacia Pará-Maranhão. Com base no estudo de foraminíferos constatou-se a idade Turoniana-Maastrichtiana, para os depósitos analisados. Dos foraminíferos planctônicos, os mais abundantes foram Archeoglobigerina blowi e Heterohelix globulosa. Dentre as formas bentônicas, a mais presente foi Gavelinella pertusa. Dos radiolários foram reconhecidos Histiastrum latum, Orbiculiforma sp., Pseudoaulophacus sp. e Dictyomitra multicostata. Observou-se o predomínio das formas planctônicas em relação às bentônicas, sendo os picos de abundância de foraminíferos e radiolários indicativos de alta produtividade orgânica e eventos de ressurgência.
Abstract The data presented here were obtained from foraminifera and radiolaria microfossils present in two wells: 1-MAS-12 and 1-MAS-16, inside at Ilha de Santana e Travosas formation, Humberto de Campos Group, Pará-Maranhão Basin. It was possible to infere, from the analysed samples, the Turonian-Maastrichtian age of the deposits. Among the planktonic foraminifera, the more abundant were Archeoglobigerina blowi e Heterohelix globulosa. Among the bentonic, it was the Gavelinella pertusa. Of the radiolaria were recognized Histiastrum latum, Orbiculiforma sp., Pseudoautophacus sp. e Dictyomitra multicostata. It was observed that the planktonic forms were prevalent over the bentonic. The foraminífera and radiolaria abundance peaks are indicative of high organic productivity and upwelling events.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12522
Arquivos Descrição Formato
000627882.pdf (5.340Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.