Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de habitação de interesse social rural, construída com fardos de palha, terra e cobertura verde, segundo critérios de sustentabilidade

.

Avaliação de habitação de interesse social rural, construída com fardos de palha, terra e cobertura verde, segundo critérios de sustentabilidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de habitação de interesse social rural, construída com fardos de palha, terra e cobertura verde, segundo critérios de sustentabilidade
Outro título Assessment of a low-income rural house, built with straw bale, earth and a green roof, according to sustainability criteria
Autor Bohadana, Ingrid Pontes Barata
Orientador Sattler, Miguel Aloysio
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Construção civil
Desenvolvimento sustentável
Habitação popular : Zona rural
Materiais de construção
[en] Earth construction
[en] Straw bale construction
[en] Sustainability assessment
Resumo Proposta: o setor da construção civil é responsável por grande parte do consumo de energia e recursos e da geração de resíduos, provocando impactos significativos sobre o meio ambiente. Algumas alternativas para se construir, reduzindo os impactos, envolvem o uso de materiais renováveis, como a palha, e de materiais minimamente processados, como a terra. Contudo, estes materiais pouco são referidos nos sistemas de classificação de edifícios ambientalmente amigáveis. Muitos edifícios, rotulados como sustentáveis, apenas refletem esforços para reduzir a energia incorporada e são, em muitos outros aspectos, convencionais. Objetivo: considerando a lacuna identificada, o objetivo deste trabalho é realizar uma avaliação de sustentabilidade de uma habitação de interesse social, construída no meio rural, com fardos de palha, terra e cobertura verde. Metodologia de pesquisa: a estratégia geral de pesquisa utilizada foi o levantamento de um caso. A definição dos critérios de avaliação foi embasada naqueles tradicionalmente incluídos em métodos existentes, porém as formas de caracterização foram adaptadas a dados e procedimentos acessíveis ao contexto nacional. Além de critérios ambientais, foram incluídos outros, econômicos e sociais, devido à importância de uma abordagem pluridimensional. A apresentação dos resultados dos critérios ambientais em três escalas (da edificação, dos subsistemas e dos materiais) permite identificar os subsistemas e materiais com maior potencial de impactos, explicitando os pontos fracos da habitação, além de facilitar a comparação, total ou parcial, com os resultados obtidos em pesquisas semelhantes. Resultados: verificou-se a incorporação de grande quantidade de materiais que produzem emissões tóxicas, além de apresentarem um alto consumo energético para transporte. Em contrapartida, devido à utilização, predominante, de recursos pouco processados, identificou-se um baixo dispêndio de energia para manufatura de materiais e um potencial de reaproveitamento satisfatório. Os custos iniciais da edificação são baixos, em relação a habitações de interesse social construídas com materiais convencionais, e medianos, em relação àquelas que empregam materiais não convencionais. Em termos sociais, verificou-se que as soluções adotadas são adequadas para a autoconstrução e para o resgate da capacidade de trabalho em mutirão, e que o projeto não atende requisitos mínimos de acessibilidade.
Abstract Proposal: the construction industry is responsible for a large consumption of energy and resources, and produces a large amount of wastes, determining considerable environmental impacts. Some alternatives to build in a way to reduce environmental impacts include the use of renewable materials and the use of materials which require minimum amount of processing, such as straw and earth. Nevertheless, these materials are hardly ever referred to in green building classification systems. Many buildings classified as environmentally friendly or green may simply reflect efforts to reduce the embodied energy and are, in most other aspects, conventional. Objective: considering the identified gap, this work’s aim is to evaluate a low-income rural house, built with straw bales, earth and a green roof. Methods: the assessment criteria definition was based on those traditionally included in existent methods, but adapted in accordance to national acessible data and proceedings. Besides environmental criteria, others like social and economics, were included. The results presentation in three analysis scales (of the construction, as a whole, of the subsystems and of the materials) allows the identification of the potencially most impacting materials and subsystems, expliciting the dwelling weak points, and facilitates total or partial comparision with other similar researchs results. Findings: a large number of materials that emit toxic gases, besides having a high energy consumption for materials transport, was identified. However, due to the predominant use of materials with a minimum processing, a low energy consumption for materials production and a sactisfatory reuse potential was identified. The dwelling’s initial costs are low, if compared to low-income houses built with conventional materials, becoming average, in regard to those built with non-convetional materials. In social terms, it was verified that the construction solutions are suitable to self-building and to rescue the ability of working cooperatively, and that the dwelling’s design does not supply the minimum requirement for spatial acessibility.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12576
Arquivos Descrição Formato
000628710.pdf (13.46Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.