Repositório Digital

A- A A+

Saúde bucal e fatores associados na mudança da qualidade de vida em idosos sul brasileiros vivendo na comunidade : um estudo de coorte prospectivo

.

Saúde bucal e fatores associados na mudança da qualidade de vida em idosos sul brasileiros vivendo na comunidade : um estudo de coorte prospectivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Saúde bucal e fatores associados na mudança da qualidade de vida em idosos sul brasileiros vivendo na comunidade : um estudo de coorte prospectivo
Autor Bidinotto, Augusto Bacelo
Orientador Hilgert, Juliana Balbinot
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Idoso
Odontologia geriatrica
Qualidade de vida
[en] Aged
[en] Epidemiology
[en] Geriatric dentistry
[en] Quality of life
Resumo Poucos estudos analisam a associação entre saúde bucal e qualidade de vida geral com um delineamento longitudinal. O objetivo do presente estudo foi avaliar se mudanças no estado de saúde bucal estiveram associadas com o declínio nos escores dos domínios do instrumento WHOQOL-bref. Este estudo longitudinal foi parte de uma coorte de idosos independentes vivendo no sul do Brasil. Uma amostra de 872 indivíduos com mais de 60 anos foi avaliada na linha de base em 2004. O seguimento aconteceu em 2012, sendo que a população para o presente estudo foi de 389 idosos. Entrevistas foram realizadas para coletar dados sociodemográficos, qualidade de vida (WHOQOL-bref) e sintomas depressivos (Escala de Depressão Geriátrica). Exames bucais com contagem de dentes foram realizados. Os participantes avaliaram sua satisfação com capacidade mastigatória e aparência oral. Riscos relativos foram estimados através de regressão de Poisson. Recuperação de sintomas depressivos foi um fator de proteção para declínio no escore dos domínios físico (RR 0,49 (0,30-0,80)), psicológico (RR 0,38 (0,20-0,73)), social (RR 0,52 (0,35- 0,76)) e ambiental (RR 0,31 (0,16-0,60)). No domínio físico, diminuição no número de doenças crônicas (RR 0,60 (0,40-0,88)) também esteve associado à qualidade de vida. Quanto ao domínio psicológico, melhora na satisfação com a capacidade mastigatória (RR 0,69 (0,50-0,97)) e perda dentária (RR 1,04 (1,02-1,06)) estiveram relacionados com o desfecho. No domínio social, morar na área rural (RR 1,11 (1,01- 1,23)) a aumento na satisfação com aparência bucal (RR 0,84 (0,72-0,98)) estiveram associados com a qualidade de vida. As mesmas variáveis estiveram associadas no domínio ambiental, a RR 1,24 (1,06-1,44) e RR 0,77 (0,61-0,97) respectivamente. Os resultados indicam que prevenir a perda dentária e reconhecer e tratar apropriadamente das necessidades do paciente no que diz respeito à capacidade mastigatória e aparência bucal pode ter impacto no bem-estar geral de idosos independentes.
Abstract Few studies assess the association between oral health and general quality of life (QoL) in a longitudinal design. The aim of this study was to evaluate if changes in oral health status were associated with decline in WHOQOL-bref domain scores. This longitudinal study was part of a cohort of community dwelling elderlies in southern Brazil. A random sample of 872 individuals aged 60 or more was evaluated at baseline in 2004. Follow-up was carried out in 2012, with the population for the current study consisting of 389 elderlies. Interviews were performed to assess sociodemographic data, qol (WHOQOL-bref) and depressive symptoms (Geriatric Depression Scale). Oral examinations assessing the number of teeth were performed. Subjects were asked to rate their satisfaction with chewing ability and oral appearance. Risk ratios were estimated by means of Poisson regression. Recovery from depressive symptoms was a protective factor to decline in WHOQOL scores in the physical (RR 0.49 (0.30-0.80)), psychological (RR 0.38 (0.20-0.73)), social (RR 0.52 (0.35-0.76)) and environment (RR 0.31 (0.16-0.60)) domains. In the physical domain, decrease in number of chronic conditions (RR 0.60 (0.40-0.88)) was also associated. Regarding the psychological domain, improvement in satisfaction with chewing ability (RR 0.69 (0.50-0.97)) and tooth loss (RR 1.04 (1.02-1.06)) were also related to qol. In the social domain, living in rural area (RR 1.11 (1.01-1.23)) and increased satisfaction with oral appearance (RR 0.84 (0.72-0.98)) were associated to the outcome. The same variables were associated with the environment domain, at RR 1.24 (1.06-1.44) and RR 0.77 (0.61-0.97). The results indicate that preventing tooth loss and recognizing and properly addressing the patient’s concern regarding chewing and dental appearance can have an impact in the general well-being of community dwelling older adults.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/125816
Arquivos Descrição Formato
000971879.pdf (660.9Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.