Repositório Digital

A- A A+

Evolução das técnicas de osteotomia de mandíbula para a correção de deformidades faciais : uma revisão de literatura

.

Evolução das técnicas de osteotomia de mandíbula para a correção de deformidades faciais : uma revisão de literatura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Evolução das técnicas de osteotomia de mandíbula para a correção de deformidades faciais : uma revisão de literatura
Outro título Evolution of the mandibular osteotomy techniques to correct facial deformities : a literature review
Autor Rosa, Luís Eduardo Volkmer da
Orientador Burzlaff, João Batista
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Cirurgia ortognática
Osteotomia mandibular
[en] Defective face
[en] Mandibular osteotomy
[en] Orthognathic surgery
Resumo As deformidades faciais acometem um grande número de indivíduos, afetando funções como a mastigação, deglutição, respiração e fonação, além disso, traz um comprometimento estético e emocional importante para o paciente. Desde o século XIX, técnicas cirúrgicas para a correção dos defeitos da face são desenvolvidas, com o objetivo de corrigir as alterações e minimizar os danos que essas causam ao indivíduo. Essa revisão de literatura buscou trazer um histórico da evolução dessas técnicas, além de citá-las e descrevê-las, tem como fundamento mostrar ao profissional a evolução da ciência no que tange acessos cirúrgicos, preservação de tecidos e estruturas neuro-vasculares e fixação das bases ósseas. As técnicas abordadas seguiram uma sequência histórica de aparecimento, começando com a osteotomia subcondilar, datada desde o século XIX, passando por um momento importante das osteotomias na década de 1950. Nesse período, pós Segunda-Guerra Mundial, técnicas como a osteotomia vertical do ramo mandibular para a correção de prognatismos severos e a osteotomia sagital também do ramo mandibular foram descritas, essa última possibilitando movimentos amplos e versáteis, corrigindo uma gama maior de defeitos da face, tornando-se o divisor de águas da cirurgia ortognática. Toda a evolução das técnicas trouxe a evolução dos sistemas de fixação, passando dos fios de aço inoxidável, para as placas e parafusos de titânio, chegando aos materiais reabsorvíveis. Concluiu-se que as técnicas e os materiais de fixação tiveram sua evolução concomitante, uma apoiando a outra e isso permitiu um aumento dos movimentos das bases ósseos, maior estabilidade das osteotomias, resultados previsíveis e um pós-operatório com maior qualidade para o paciente, culminado em resultados satisfatórios.
Abstract The facial deformities affect a large number of individuals, affecting functions like chewing, swallowing, breathing and phonation, moreover, brings an aesthetic and emotional involvement important for the patient. Since the nineteenth century, surgical techniques for the correction of facial defects are developed, in order to correct the changes and minimize the damage that they cause to the individual. This literature review aimed to bring a history of the evolution of these techniques, and name them and describe them, is based on the professional show the evolution of the science regarding surgical approaches, preservation of tissues and neuro-vascular structures and assessment of bone bases. The techniques discussed followed a historical sequence of appearance, starting with the osteotomy subcondylar, dated from the nineteenth century, going through an important moment of the osteotomies in the 1950s During this period, post World War Monday, techniques such as vertical branch osteotomy mandibular to correct severe prognatismos and the sagittal osteotomy of the mandibular branch also have been described, the latter enabling large and versatile movements, correcting a wider range of face defects, becoming the watershed of orthognathic surgery. The whole evolution of techniques brought the evolution of fixing systems, through the stainless steel wire to the titanium plates and screws, reaching resorbable materials. It was concluded that the techniques and fastening materials had concomitant evolution, one supporting the other, and this has allowed an increase in movements of the bone bases, greater stability of the osteotomies, predictable results and postoperative with higher quality for the patient, peaked at satisfactory results.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/125883
Arquivos Descrição Formato
000970806.pdf (583.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.