Repositório Digital

A- A A+

Cinema no papel : a cobertura do 42º Festival de Cinema de Gramado (2014) nos jornais O Globo e o Estado de S. Paulo

.

Cinema no papel : a cobertura do 42º Festival de Cinema de Gramado (2014) nos jornais O Globo e o Estado de S. Paulo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cinema no papel : a cobertura do 42º Festival de Cinema de Gramado (2014) nos jornais O Globo e o Estado de S. Paulo
Autor Mengue, Priscila Silveira
Orientador Golin, Cida
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Festival de Cinema de Gramado (42. 2014 Gramado, RS)
Jornalismo cultural
Resumo Esta monografia tem como objetivo central analisar e comparar as coberturas do 42º Festival de Cinema de Gramado nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo, os dois maiores diários que acompanharam a edição, ocorrida entre 8 e 16 de agosto de 2014. Realizado desde 1973, o evento é uma das mostras cinematográficas de maior repercussão no país. O presente trabalho visa contribuir para o estudo das relações entre festivais de cinema e o jornalismo cultural, com ênfase na repercussão desses eventos na imprensa. Para tanto, contextualiza a trajetória do jornalismo cultural e da crítica. Discute as perspectivas e características atuais desses segmentos. Problematiza o papel da crítica de arte. Focaliza-se no estudo da crítica jornalística de cinema como gênero. Faz um panorama sobre o desenvolvimento dos festivais de cinema nacionais e internacionais. Resgata aspectos da história do Festival de Cinema de Gramado. Delimita suas especificidades. Analisa e compara a cobertura da 42ª edição nos jornais supracitados a partir dos principais atributos da crítica cinematográfica, apontados por José Luiz Braga: atualidade, apresentação da obra, uso de fontes, discussão de aspectos técnicos, argumentação, apreciação e juízo de valor. Aponta detalhes da programação ignorados pela imprensa. Conclui que as coberturas, embora híbridas, por misturar informação e opinião, realizam um perfil crítico da mostra, na qual sobressai o cinema de longa-metragem (especialmente o nacional) e a figura do diretor como autor cinematográfico.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/125965
Arquivos Descrição Formato
000972040.pdf (11.45Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.