Repositório Digital

A- A A+

Jornalismo e fé : os sentidos sobre religião na revista Superinteressante

.

Jornalismo e fé : os sentidos sobre religião na revista Superinteressante

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Jornalismo e fé : os sentidos sobre religião na revista Superinteressante
Autor Schröder, Melissa Regina
Orientador Benetti, Márcia
Co-orientador Reginato, Gisele Dotto
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Jornalismo
Religião
Superinteressante (Revista)
[en] Discourse
[en] Journalism
[en] Magazine
[en] Religion
Resumo O objetivo geral deste trabalho é analisar os sentidos sobre religião na revista Superinteressante, da Editora Abril. Este trabalho foi construído a partir de conceitos específicos que envolvem o jornalismo, o discurso e a religião. No jornalismo, nos filiamos à perspectiva construtivista e ao pressuposto de que é um gênero discursivo. Tratamos também das especificidades do meio revista, constituído a partir de práticas, técnicas e linguagens próprias. Entendemos a religião como um tema relevante por seu poder de explicar o inexplicável, agregar pessoas e aliviar o sofrimento humano. Para realizar esta pesquisa, utilizamos a Análise do Discurso (AD), aporte teórico-metodológico que considera que a linguagem não é transparente e atua na construção de sentidos. Mapeamos os textos veiculados na revista durante dois anos, de fevereiro de 2013 a fevereiro de 2015. Encontramos 199 sequências discursivas que, agrupadas, dão origem a quatro formações discursivas: A religião tem o poder de permitir e proibir; A fé faz bem; A crise e a reinvenção da fé; A corrupção e os escândalos religiosos. Por meio da análise desses sentidos identificamos que o poder que a religião tem de proibir e permitir, impondo comportamentos específicos aos seus fiéis, se caracteriza como uma formação ideológica hegemônica em Superinteressante. Essa conclusão converge com a fascinação pela religião observada nas capas das revistas e com sua função de código ético de convivência humana.
Abstract The main goal of this study is to analyze the meanings about religion in Superinteressante magazine, published by Editora Abril. This work was built from specific concepts involving journalism, discourse and religion. In journalism, we join the constructivist perspective and the assumption that it is a discursive genre. We treat also the specifics of the magazines, made from practices, techniques and own languages. We understand religion as a relevant topic for their power to explain the unexplainable, bring people together and alleviate human suffering. To conduct this research, we used the Discourse Analysis (DA), theory and method that believes language is not transparent and engaged in the construction of meaning. We map the texts in the magazine for two years, from February 2013 to February 2015. We found 199 discursive sequences, grouped, give rise to four discursive formations: Religion has the power to allow and prohibit; Faith is good; Crisis and reinvention of faith; The men of God also sin. By analyzing these senses identified the power that religion has to prohibit and allow imposing specific behaviors to the faithful, it is characterized as a hegemonic ideological in Superinteressante. This conclusion converges with the fascination with religion noted on magazine covers and its ethical code function of human coexistence.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/125970
Arquivos Descrição Formato
000972053.pdf (13.69Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.