Repositório Digital

A- A A+

Montagem elíptica : efeito de opacidade no cinema de Pedro Costa

.

Montagem elíptica : efeito de opacidade no cinema de Pedro Costa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Montagem elíptica : efeito de opacidade no cinema de Pedro Costa
Autor Silveira, Luciano Viegas da
Orientador Silva, Alexandre Rocha da
Co-orientador Diniz, Felipe Maciel Xavier
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Cinema português
Costa, Pedro (Cineasta), 1959-.
Montagem cinematográfica
[en] Cinema
[en] Ellipse
[en] Mise en scène
[en] Portuguese cinema
Resumo Esta monografia investiga a recorrência da elipse no procedimento de montagem do cineasta português Pedro Costa. Para tanto, analisamos dois dos seus filmes, O Sangue (1989) e Juventude em marcha (2006). Em paralelo, procuramos entender de que modo esta montagem elíptica se articula com a sua concepção de mise en scène. Desse modo, o trabalho a seguir se divide em três partes. Em um primeiro momento localizamos a expressão mise en scène desde a sua origem no teatro francês do século XIX à posição central que ocuparia no instrumental teórico da crítica dos Cahiers du Cinéma nos anos 1950. Em um segundo momento introduzimos um panorama histórico das teorias da montagem, chegando à discussão específica da elipse no cinema. Por fim, partimos para uma análise desses dois filmes de Pedro Costa à luz dos conceitos abordados e propomos que a elipse, enquanto recurso de montagem, esteja associada a um efeito de opacidade.
Abstract This monograph investigates the ellipse’s recurrence in the montage procedure of Pedro Costa, portuguese filmmaker. To this end, we analyze two of his films, Blood (1989) and Colossal Youth (2006) In pararallel, we try to find out how does this elliptic montage is articulated with his mise en scène conception. That way, the following paper is divided into three parts. Firstly, we localize the mise en scène expression reassembling to its origin in the XIXth century french theater to the central position it would fit in Cahiers du Cinéma’s theoretical critics during the 1950’s. Then we introduce a historical perspective around the montage’s theory, reaching the cinematographic ellipse’s specific discussion. Finally, we go further analyzing theses two films by Pedro Costa based on the concepts approached previously, also we propose that the ellipse, as a montage resource, should be associated to a opacity effect.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/125980
Arquivos Descrição Formato
000971972.pdf (1.180Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.