Repositório Digital

A- A A+

Reconfiguração do trabalho docente : um exame a partir da introdução de programas de intervenção pedagógica

.

Reconfiguração do trabalho docente : um exame a partir da introdução de programas de intervenção pedagógica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reconfiguração do trabalho docente : um exame a partir da introdução de programas de intervenção pedagógica
Outro título Reconfiguration of teacher’s work : an examination of the introduction of pedagogical intervention programs
Outro título Reconfiguración del trabajo docente : una investigación de la introducción de programas de intervenciónpedagógica
Autor Gandin, Luis Armando
Lima, Iana Gomes de
Resumo O artigo analisa as transformações no trabalho de professoras dos anos iniciais do ensino fundamental de escolas estaduais do Rio Grande do Sul, a partir da implantação de um programa de intervenção pedagógica desenvolvido de 2007 a 2010. Para tanto, faz uso dos conceitos de desqualificação, requalificação, intensificação e performatividade, construídos por Michel Apple e Stephen Ball. Entrevistas com professoras, observações e materiais do Instituto Alfa e Beto – o programa implantado – foram analisados pelas lentes teóricas desses conceitos. O texto caracteriza as transformações que as políticas educacionais baseadas em uma configuração gerencialista do Estado – corporificada no programa – provocam no trabalho das professoras. No campo estudado, as docentes transformam-se em executoras de um programa preconcebido e perdem parte de sua autonomia, ao mesmo tempo em que novas tarefas, voltadas ao controle dos conteúdos e ritmos, precisam ser aprendidas. Neste trabalho docente transformado, a mensuração coreografada da ação docente passa a ser mais importante que o conteúdo dessa ação.
Abstract This paper analyzes the changes in the work of elementary school teachers in public schools of the state of Rio Grande do Sul, after the introduction of a pedagogical intervention program developed from 2007 to 2010. The concepts of disqualification, requalification, intensification, and performativity, based on the work of Michael Apple and Stephen Ball are mobilized in the research. The interviews with teachers, the observations, and the materials from the Alfa and Beto Institute – the program which was implemented – were analyzed through the theoretical focus of these concepts. The text characterizes the transformations that educational policies, based on managerialist configurations of the state – embodied in this program – generate in teachers’ work. In the field that was studied, teachers are transformed into executors of a preconceived program and lose their autonomy at the same time that new tasks, dealing with the control of the contents and rhythms, have to be learned. In this transformed work, the choreographed measurement of teachers’ actions becomes more important than the content of this action.
Resumen Este artículo analiza los cambios en el trabajo de las maestras de los primeros años de la educación primaria en las escuelas del estado de Rio Grande do Sul, a partir de la implantación del programa de intervención educativa Instituto Alfa e Beto (IAB), desarrollado de 2007 a 2010. Para tal, se utilizan los conceptos de descalificación, recalificación, intensificación y performatividad, construidos por Michael Apple y Stephen Ball. Las entrevistas a las maestras, las observaciones y los materiales del IAB fueron analizados a través de las lentes teóricas de dichos conceptos. El texto caracteriza las transformaciones que las políticas educativas basadas en una configuración de Estado gerencial –corporeizadas en el programa– causan en el trabajo de las profesoras. En el campo estudiado, las profesoras se convierten en ejecutoras de un programa pre-diseñado y pierden algo de su autonomía, al mismo tiempo en que deben aprender nuevas tareas destinadas a controlar el contenido y el ritmo de las clases. En ese trabajo docente modificado, la medición coreografiada de la acción docente se vuelve más importante que el contenido de dicha acción.
Contido em Revista brasileira de educação. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 20, n. 62 (jul./set. 2015), p. 663-677
Assunto Ensino fundamental
Estado
Gerencialismo
Professor
Trabalho
[en] Educational work
[en] Elementary school
[en] Managerialist estate
[es] Educación primaria
[es] Estado gerencialista
[es] Trabajo docente
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/126292
Arquivos Descrição Formato
000970594.pdf (148.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.