Repositório Digital

A- A A+

Crianças com transtorno de défict de atenção e hiperatividade : a prática docente do professor de educação física

.

Crianças com transtorno de défict de atenção e hiperatividade : a prática docente do professor de educação física

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crianças com transtorno de défict de atenção e hiperatividade : a prática docente do professor de educação física
Autor Radaelli, Daniel
Orientador Berleze, Adriana
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Licenciatura.
Assunto Hiperatividade
Transtorno de déficit de atenção
[en] ADHD
[en] Attention déficit hyperactivity disorder
[en] Intervention and phisycal education
Resumo O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurodesenvolvimental que afeta aproximadamente 5% das crianças brasileiras, impactando significativamente diversos domínios (cognitivo, motor, social) e dimensões da infância e também da vida adulta. As repercussões do TDAH sobre o a qualidade de vida, a aprendizagem, o desenvolvimento motor e o perfil comportamental são fortemente evidencias pelos autores. Nesta perspectiva, este estudo teve por objetivo geral realizar uma revisão sistemática acerca do TDAH, para sugerir ações pedagógicas nas aulas de educação física, a fim de alicerçar a prática docente e minimizar atrasos no desenvolvimento de escolares. Tratou-se de um trabalho de revisão sistemática de literatura. Foram utilizados livros e artigos publicados na base de dados Pubmed, Medline e Scielo. Foram selecionados 92 trabalhos, dentre eles 81 artigos, 9 livros e 2 dissertações de mestrado. As intervenções envolvendo práticas corporais, esportes, atividades físicas e exercícios não fazem sentido somente ao pensarmos nos parâmetros cognitivos, sociais e motores das crianças com TDAH, mas também nos parâmetros da saúde. Estudos têm evidenciado os amplos benefícios de intervenções envolvendo exercícios físicos, atividades físicas e outras práticas corporais na redução dos sintomas do TDAH, sugerindo novos rumos ao se pensar em estratégias interventivas na escola.
Abstract The Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) is a neurodevelopmental disorder that affects approximately 5% of brazilian children, significantly impacting several areas (cognitive, motor, social) and childhood and also adulthood dimensions. The impact of ADHD on the the quality of life, learning, motor development and behavioral profile are strongly evidence by the authors. In this perspective, this study had the overall goal of systematically review about ADHD, to suggest pedagogical actions in physical education classes, in order to underpin the teaching practice and minimize delays in the development of students. This was a systematic review of the literature. Books and articles published in Pubmed, Medline and Scielo databases were used. Were selected 92 references, including 81 articles, 9 books and 2 master’s thesis. Interventions involving bodily practices, sports, physical activities and exercises make sense not only when thinking of cognitive, social and motor parameters, but also in the health parameters. Studies have shown the wider benefits of interventions involving physical exercise, physical activity and other bodily practices in reducing the symptoms of ADHD, suggesting new ways to think of interventional strategies in school.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/126610
Arquivos Descrição Formato
000973271.pdf (627.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.