Repositório Digital

A- A A+

Dermatoscopia na medicina veterinária

.

Dermatoscopia na medicina veterinária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dermatoscopia na medicina veterinária
Autor Gavazzoni, kelli
Orientador Ferreira, Márcio Poletto
Co-orientador Machado, Mauro Luis da Silva
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Animais de companhia
Dermatologia veterinaria
Diagnóstico por imagem
Pele : Animais
[en] Dermatology
[en] Dermoscopy
[en] Diagnostic imaging
[en] Skin
Resumo A dermatoscopia é um exame muito usado em seres humanos como método de diagnóstico não invasivo que auxilia na avaliação das lesões pigmentadas da pele e em lesões cutâneas causadas por endoparasitos, ectoparasitos e dermatofitose. Como a incidência do melanoma cutâneo tem aumentado mundialmente, tanto em humanos como em cães e gatos, por tratar-se de neoplasia bastante agressiva e de difícil tratamento em estágios mais avançados, o diagnóstico precoce aumenta a qualidade do tratamento do melanoma, refletindo positivamente para a cura do paciente. Alguns pesquisadores propuseram métodos de análise das lesões pigmentadas e no ano de 2000, foram atualizados os critérios dermatoscópicos no Consensus Net Meeting on Dermoscopy. Estudos recentes foram realizados em animais de companhia com lesões de pele, como alopecia congênita ou adquirida e dermatofitose. Desde então, têm-se ampliado o interesse e conhecimento acerca deste tema. Esta técnica, dermatoscopia, requer treinamento para correta análise e interpretação dos padrões específicos observados. Baseado nesses estudos e na grande utilização na área da dermatologia humana surgiu o interesse em estudá-lo para uso na veterinária, auxiliando no diagnóstico e na velocidade de obtenção desse, o que resulta em tratamento mais adequado.
Abstract Dermoscopy is a widely used test in humans as a non invasive diagnostic method that aids the evaluation of pigmented skin lesions and skin lesions caused by endoparasites, ectoparasites and dermatophytosis cases. The incidence of cutaneous melanoma has increased world wide, in humans and in dogs and cats, as this is an aggressive neoplasia that is difficult to treat in later stages, early diagnosis increases the quality of the treatment of melanoma, reflecting positively in the cure of the patient. Some researchers have proposed methods of analysis of pigmented lesions and, in 2000, the dermoscopic criteria were updated in the Consensus Net Meeting on Dermoscopy. Recent studies have been performed on pets with skin lesions, such as congenital or acquired alopecia and dermatophytosis. Since then, these programs have expanded the interest and knowledge about this subject. This technique, dermoscopy, requires training for proper analysis and interpretation of specific patterns observed. Based on these studies, and in it is major use in the field of human dermatology, the interest of studying it for use in veterinary emerged, assisting in the diagnosis and it is fastness, which results in a more appropriate treatment.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127078
Arquivos Descrição Formato
000973342.pdf (235.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.