Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de fatores de risco para resistência múltipla a antimicrobianos em bactérias da glândula mamária do gado de leite em sete regiões do Brasil

.

Avaliação de fatores de risco para resistência múltipla a antimicrobianos em bactérias da glândula mamária do gado de leite em sete regiões do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de fatores de risco para resistência múltipla a antimicrobianos em bactérias da glândula mamária do gado de leite em sete regiões do Brasil
Outro título Risk factor analysis of multidrug-resistant bacteria from dairy herds in Brazil
Autor Santiago Neto, Waldemir
Orientador Corbellini, Luis Gustavo
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Epidemiologia veterinaria
Gado leiteiro
Staphylococcus sp. : resistência : antimicrobianos
[en] Antimicrobial resistance
[en] Dairy herds
[en] Mixed model
[en] Risk factors
[en] Staphylococci prevalence
Resumo Estafilococos têm sido relatados como os agentes mais prevalentes de mastite bovina. Este gru-po bacteriano pode transportar múltiplos elementos de resistência provenientes inclusive de outras populações bacterianas, tornando-se um grande problema de saúde pública, uma vez que também está envolvido em vários processos de doença em humanos, incluindo infecções da pele e dos tecidos moles, septicemia, osteomielite e pneumonia. A caracterização do perfil de resis-tência dos estafilococos aos antimicrobianos é importante para controlar a sua disseminação. O presente trabalho avaliou a distribuição de multirresistência entre mais de 3.500 isolados de um estudo transversal repetido, realizado entre 2010 e 2011 nas principais regiões produtoras de leite do Brasil. As bactérias foram classificadas de acordo com métodos fenotípicos e os padrões de resistência antimicrobiana foram determinados pelo teste de difusão em disco ao invés de testes moleculares e ensaios quantitativos. Para avaliar os principais fatores relacionados à vari-ável resposta – proporção de bactérias resistentes a três ou mais classes de antimicrobianos, ou multirresistência – diversas variáveis explicativas foram acessadas por meio de um questionário epidemiológico. Um modelo misto foi construído com um componente aleatório multinível, a saber, a variação de multirresistência entre as bacias leiteiras (segundo nível) e a variação dass propriedades em cada bacia (primeiro nível) durante os quatro momentos de amostragem, ou seja, a variação entre-sujeitos e intra-sujeitos, respectivamente. A avaliação dos perfis de resis-tência revelou que as penicilinas, seguidas por tetraciclina e sulfonamida, foram os antimicrobi-anos com menor eficácia em estafilococos (n = 3009). Estafilococos coagulase negativa pare-cem ter semelhanças com S. aureus e alguns outros estafilococos coagulase positiva testados, demonstrando um padrão de grupo com moderada resistência a múltiplas drogas. Ilustrativa-mente, alguns estreptococos (n = 480) também foram submetidos a testes de suscetibilidade a antimicrobianos, os quais mostraram moderada a alta resistência à tetraciclina, gentamicina e clindamicina. O modelo misto indicou que o tratamento de mastite feito de imediato, a aplicação de terapia antimicrobiana pelo próprio produtor ao invés de um veterinário, e a interação entre este último fator e o sistema de produção intensivo aumentou a probabilidade de resistência múltipla em nível de rebanho. O coeficiente de correlação intraclasse (ICC) foi baixo e mostrou que a maior parte da variação de resistência múltipla é explicada pelas características em nível de hospedeiro, seguido por fatores em nível de rebanho (ICC = 0,126). Esses fatores são exem-plos importantes de como o uso leigo de antimicrobianos em vacas leiteiras tem grande poten-cial para seleção, expansão e manutenção de populações de bactérias resistentes a múltiplas drogas em ambientes de produção animal, em especial nos mais intensivos.
Abstract Staphylococci have already been reported as the most prevalent mastitis agents. Such bacterial species can carry multidrug-resistant elements coming from other bacteria species, and so on are becoming a great public health concern, once it is also involved in several human disease. The characterization of their antimicrobial resistance profile is important to better control their dissemination. The present work evaluated the distribution of multidrug-resistance among more than 3500 isolates from a repeated cross-sectional study performed from 2010 to 2011 in the main dairy regions of Brazil. The bacteria were classified according to phenotypic methods and the antimicrobial resistance patterns were determined by disk diffusion. To evalu-ate the main factors related to the response variable – the proportion of bacteria resistant to three or more antimicrobial classes, or multidrug resistance – several explanatory variables were accessed by means of an epidemiological questionnaire. A multivariable mixed model was created to access the strength of association between several putative risk factors and re-sistance to multiple drugs. Resistance profiles evaluation revealed that penicillins, followed by tetracycline and sulfonamide, were the antimicrobials with lower effectiveness in staphylococci (n = 3009). Coagulase negative staphylococci seemed to have similarities with coagulase posi-tive tested, performing moderate resistance pattern to multiple drugs. Some streptococci (n = 480) were also submitted to antimicrobial susceptibility tests, and showed moderate to high resistance to tetracycline, gentamycin and clindamycin. The mixed model indicated that mastitis treatment made immediately rather than cautiously; applicaton of antimicrobial therapy by the producer itself rather than a veterinarian practitioner; and the interaction between the produc-er as applicator and the intensive, modern production system increased the likelihood of multi-ple-resistance at herd level. The low intraclass correlation coefficient at region level showed that resistance variance is most explained at herd level, and it characteristics, rather than re-gion level. Probably the host level factors not evaluated in this study explains more than the herd level factors, but, considering the coverage of our study, these factors give us insights of how cattle antimicrobial consumption can affect the maintenance and expansion of multidrug resistant bacteria populations in animal production environments.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/127123
Arquivos Descrição Formato
000970678.pdf (1.265Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.