Repositório Digital

A- A A+

Efeitos do exercício físico sobre diferentes tipos de memória em ratos normais e com prejuízo mnemônico causado pela separação maternal

.

Efeitos do exercício físico sobre diferentes tipos de memória em ratos normais e com prejuízo mnemônico causado pela separação maternal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeitos do exercício físico sobre diferentes tipos de memória em ratos normais e com prejuízo mnemônico causado pela separação maternal
Autor Mello, Pâmela Billig
Orientador Izquierdo, Ivan Antonio
Co-orientador Netto, Carlos Alexandre
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas: Fisiologia.
Assunto Estresse
Exercicio fisico : Modulacao : Memoria
[en] Brain function
[en] Forced exercise in a treadmill
[en] Learning and memory
[en] Maternal deprivation
[en] Stress
Resumo Neste trabalho estudamos os efeitos do exercício forçado diário em esteira rolante e da exposição diária ao estresse (porque o exercício forçado envolve certo grau de estresse) durante 2 ou 8 semanas em diferentes tipos de memória em ratos Wistar machos. Os testes de memória utilizados foram: habituação da exploração em um campo aberto, reconhecimento de objetos, e memória espacial no labirinto aquático de Morris. Após estes primeiros experimentos procuramos verificar também a capacidade do exercício físico em reverter o prejuízo da memória causado pela separação maternal, procedimento que causa um déficit de memória já descrito pela literatura, utilizando, também, o teste de esquiva inibitória. O estresse diário realçou a memória de habituação, os animais aprenderam após 2 mas não após 8 semanas; houve prejuízo de memória curta (MCD) e de longa duração (MLD) na tarefa do reconhecimento em 2 semanas mas somente de MCD após 8 semanas; e não houve nenhum efeito na memória espacial após 2 ou 8 semanas. O protocolo do exercício realçou também a memória de habituação no campo aberto após 2 mas não após 8 semanas; prejudicou MCD e MLD na tarefa do reconhecimento após 2 mas não após 8 semanas; e realçou uma medida importante da aprendizagem espacial após 8 semanas (latência de escape), mas não outras medidas. Em relação ao grupo de animais que foram submetidos à separação maternal verificou-se que o exercício crônico foi capaz de reverter o déficit da MCD e MLD na esquiva inibitória e da MCD no reconhecimento de objetos, mas não teve efeitos sobre o prejuízo da MLD nesta tarefa e sobre a memória espacial testada no Labirinto Aquático de Morris. Portanto, o exercício físico crônico tem uma influência positiva sobre amemória e, adicionalmente, pode ser visto como uma ferramenta terapêutica para reverter determinados déficits de memória.
Abstract Here we studied the effects of daily forced exercise in a treadmill and of daily stress (because forced exercise involves a degree of stress) during 2 or 8 weeks on different types of memory in male Wistar rats. The memory tests were: habituation of exploration in an open field, object recognition and spatial memory in Morris water maze. After these experiments we also tried to verify the physical exercise capacity to revert the memory deficit caused by maternal deprivation, procedure that causes a memory deficit already reported, by means of the inhibitory avoidance test. Daily footshock stress enhanced habituation learning after 2 but not after 8 weeks; it hindered both short- (STM) and long-term memory (LTM) of the recognition task after 2 weeks but only STM after 8 weeks; and had no effect on the spatial task after neither 2 or 8 weeks. The exercise protocol also enhanced habituation in the open field after 2 but not 8 weeks; it hindered STM and LTM in the recognition task after 2 but not at 8 weeks; and it enhanced one important measure of spatial learning after 8 weeks (latency to escape) but not other measures. In relation of the animals that was submitted to maternal deprivation we verified that the exercise is capable to revert the deficit of STM and LTM in inhibitory avoidance test and of STM in object recognition test, but don’t have any effect on the prejudice of LTM in object recognition and in spatial memory verify using the Morris water maze test. Thus, the physical exercise had a positive influence on memory and, additionally, it can be seen like one therapeutic strategy to reverts some memory deficits.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12715
Arquivos Descrição Formato
000633527.pdf (2.959Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.