Repositório Digital

A- A A+

Fotografias de viagens nas redes sociais: um estudo sobre os efeitos da visualização de fotografias na imagem do destino e na intenção futura de visita

.

Fotografias de viagens nas redes sociais: um estudo sobre os efeitos da visualização de fotografias na imagem do destino e na intenção futura de visita

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fotografias de viagens nas redes sociais: um estudo sobre os efeitos da visualização de fotografias na imagem do destino e na intenção futura de visita
Autor Machado, Danielle Fernandes Costa
Orientador Slongo, Luiz Antonio
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Fotografia : Viagens
Percepção visual
Redes sociais
[en] Destination-images
[en] Social networks
[en] Visitation intent
Resumo O objetivo geral desta tese consisitiu na proposição e teste de um modelo teórico que buscou relacionar o efeito da visualização de fotografias de viagem em redes sociais na alteração da percepção da imagem do destino turístico retratado e na intenção futura de visitá-lo. O estudo foi realizado a partir de uma abordagem multimétodos que incluiu uma fase qualitativa, de caráter exploratório, seguida de um estudo quantitativo. Na primeira etapa do estudo, intentou-se identificar os principais fatores que afetam a percepção da imagem de destinos pelos usuários de rede social. A partir da realização de entrevistas individuais e em grupo, foi possível verificar a existência de três fatores centrais: 1) envolvimento temporal e afetivo com a rede social; 2) perfil dos usuários em relação às suas motivações para o uso da rede social. Foram identificados três perfis motivacionais, incluindo: obter informações sobre destinos turísticos (caçadores de destinos), interagir com colegas a partir de curtidas e comentários (interacionistas) e bisbilhotar a vida privada de amigos da rede (investigadores sociais); 3) força dos laços e identificação entre emissor (postador de fotos) e receptor (visualizador de fotos) da mensagem visual. Posteriormente, procedeu-se à elaboração de um survey on line com seiscentos usuários do Facebook para verificar os efeitos destes fatores na imagem do destino e na intenção futura de visitá-lo. Os dados coletados a partir deste questionário permitiram a elaboração de dois modelos de regressão logística. Para o primeiro modelo apresentado, verificou-se que somente três características dos usuários tiveram efeito estatisticamente significativo sobre a alteração positiva da imagem do destino turístico. O maior efeito estatístico foi verificado pela variável caçador de destinos, seguida de identificação com os pares. Embora em um nível de significância estatística de 10%, verificou-se que o perfil interacionista também possui certa relação com a alteração da imagem. As outras variáveis não tiveram relação estatisticamente significativa. O segundo modelo proposto analisou o efeito das mesmas variáveis anteriores na intenção/probabilidade de visitar o destino retratatado no futuro. Novamente, os perfis caçador de destinos e identificação com os pares apresentaram os maiores efeitos na variável dependente que foi testada. A variável envolvimento temporal-afetivo também foi estatiscamente significativa, em um nível superior a 5%. No entanto, o perfil investigador social apresentou um efeito não esperado na intenção de visita futura. Os resultados indicaram que ser caracterizado por esse perfil reduz as chances de se visitar o destino retratado quase pela metade. Especula-se que esse efeito seja decorrente da forte orientação desses usuários para a comparação social e a busca por prestígio. Tendo em vista investigações anteriores que apontam que a familiaridade com o destino apresenta uma relação negativa com a mudança da imagem do lugar, optou-se por verificar o efeito da familiaridade como variável de controle nos dois modelos implementados. No primeiro modelo, ao se inserir a familiaridade com o destino, observou-se um aumento da medida relativa à identificação com pares. Ao mesmo tempo, o perfil envolvimento temporal e afetivo também se tornou estatisticamente significativo ao nível de 10%. No entanto, no segundo modelo logístico apresentado, a inclusão desta variável não foi estatisticamente significativa, tampouco alterou significativamente o efeito das variáveis testadas. Esse resultado fornece indícios de que, embora a familiaridade tenha um efeito negativo sobre a alteração da imagem do destino, ela pode não ser relevante para a intenção de revisitar, pois existe uma predisposição inata na maioria dos viajantes em buscar novos destinos de viagem.
Abstract The general objective of this thesis is to propose and test a theoretical model that related the effects generated by the viewing of travel photographs posted by users of social networks in the image formation/change of tourist destinations, as well as to verify its influence in the intention of future visits. The study was conducted from a multimethod approach that included a qualitative phase, exploratory, followed by a quantitative study. In the first part of the research, an exploratory study to identify the main factors which affect the perception of the image of destinations by users of social media was carried out. From individual and group interviews, it was possible to verify the existence of the main factors: 1) Temporal and Affective involvement with the social network (Facebook); 2) profile of users in relation to their motivations for the use of the social network. Three motivational profiles were identified, including: to obtain information about tourist destinations (destination hunters), interact with peers from “likes” and comments (“interactors”) and prying the private lives of online friends (social investigators); 3) affective closeness between issuer (photo “poster”) and receiver (photo viewer) of the visual message. Subsequently, it proceeded to draw up a survey on line with six hundred Facebook users to check the effects of these factors on the image destination and the future intention to visit him. Data collected from this survey allowed the development of two logistic regression models. For the first model presented, it was verified that only three characteristics of the users had a statistically significant effect on the alteration of image of the tourist destination in positive terms. The biggest statistical effect was verified by the variable “destination hunters”, followed by “peer identification”. Although on a significance level of 10%, it was verified that the interactor profile also has a certain relation to the alteration of image. The other variables did not have a statistically significant relation. The second study proposed analyzed the effect of the same variables on the intention/probability of visiting the portrayed destination in the future. Again, the profiles “destination hunter” and “identification with peers presented the biggest effects on the dependent variable that was tested. The variable “temporal-affectionate involvement” was also statistically significant, on a level above 5%. However, the “social investigator” profile showed an unexpected effect on the intention of future visit. The results indicated that belonging to that profile reduces the chances of visiting the portrayed destination by half. It is speculated that such effect is a result of the strong need of those users for social comparison and search for prestige. In spite of that, it is suggested that new researches be carried out to assess this relation. Bearing in mind the previous investigations which showed that familiarity with the destination presents a negative relation with a change of image of the place, we chose to verify the effect of familiarity as a variable in the control of the two models implemented. In the first model, while inserting “familiarity with destination” as a control variable, it was possible to observe a rise on the level of peer identification. Also, the temporal/affectionate profile involvement also became statistically significant at the level of 10%. However, contrary to the first model presented, the inclusion of this control variable did not behave in a statistically significant way in the second model, and it did not significantly alter the effect of the tested variables. This result showed signs that, although familiarity has a negative effect over the alteration of destination image, it may not be relevant to the intention of revisiting, as there is an innate predisposition in the majority of travelers to seek new vacation destinations.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/127234
Arquivos Descrição Formato
000969570.pdf (2.989Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.